quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Mais Rede Tupí

Como eu falei que iria colocar mais coisas sobre a rede Tupí, eis aquí uma raridade. Rolando Boldrin fazendo o papel de um rapaz com deficiência mental que pensa que é Billy The Kid. No início dos anos 70 a Tv Tupi também produzia especiais de dramaturgia, como a Globo fazia seu "Caso Especial": Era o "Estudio A".
Essa produção - "Billizikidi" - mostrava a história de um rapaz com distúrbios mentais e apaixonado por bang-bang. A população da cidadezinha passa a considerá-lo um perigoso assassino depois que se envolve numa brincadeira com arruaceiros.

terça-feira, fevereiro 27, 2007

Morena Linda



Um leitor do blog, colocou em um comentário, que ele se lembrava de uma série chamada "JULIA", e que achava que o seriado fosse coisa de sua cabeça, como eu lembro e assistí, fui pesquisar mais sobre este seriado. A série Julia foi criada pela NBC e tinha episódio com 30 minutos de duração. A série foi produzida em setembro 1968 e era um exemplo da tentativa da televisão americana de introduzir atores negros em papéis importantes, em sua programação, durante o período de crescente ativismo entre os negros americanos, reivindicando direitos civis na sociedade. A série estrelada por Diahann Carroll, surpreeendeu a NBC com uma boa audiência e também muita controvérsia.
Julia tinha perdido o marido em um acidente de helicóptero no Vietnã, ele era um soldado entre as tropas invasoras daquele país. Para sustentar a família, ela foi trabalhar em um consultório médico, nas indústrias Astrospace. Julia vivia com seu filho Corey de 9 anos. Os amigos mais próximos de Julia eram, seus vizinho brancos, os Waggedorns. O Doutor Chegley, chefe de Julia, também dava muito apoio a ela e a seu filho. A série sofreu críticas da ala mais radical da imprensa que dizia que o apartamento de Julia era muito bom para uma enfermeira que recebia um pequeno salário. A ausência de uma figura masculina na família também foi duramente criticada na época. Na verdade havia muito preconceito em mostrar uma família negra, com uma mulher como chefe da casa, bem sucedida, com bom estilo de vida e respeitada profissionalmente. Isso talvez tenha mexido com a estrutura de uma sociedade extremamente preconceituosa e enfrentando constantes movimentos pró-direitos dos negros, agitando as ruas.
A série Julia ficou no ar entre setembro de 1968 e janeiro de 1971 e teve 86 episódios. Os produtores da série foram Hal Kanter e Harold Stone.
A atriz Diahann Carroll esteve no Brasil em 1969, num evento da Twentieth Century Fox no Rio de Janeiro, juntamente com outros atores de séries que estavam em evidência na época, como Jonathan Harris (Doutor Smith de Perdidos no Espaço) e Don Marshall (o piloto Dan, da aeronave supersônica de Terra de Gigantes), entre outros.

Luar tão Cândido!

Esta cena é rara, Cely Campelo cantando "BANHO DE LUA", na extinta Tv Tupí em 1976, no auge da novela "Estúpido Cupido". Ela faleceu a alguns anos, mas ficou marcada no cenário artístico do Brasileiro, e vamos mostrar cenas dela cantando no início de sua carreira, lá pelo final do anos 50, aguardem.

Se lembra dessa ?


"O HOMEM DO FUNDO DO MAR" foi criado em 1977 para a NBC, vindo de um antigo projeto do canal em trazer para a TV as aventuras do personagem Namor, o Principe Submarino da Marvel Comics. O projeto de Namor for boicotado por Gene Roddenberry devido a um entrave entre ele e a Marvel, fruto da semelhança física entre os personagens Spock de Jornada nas Estrelas e o Príncipe Namor.
O enredo conta a história de Mark Harris (Patrick Duffy), um homem anfíbio que é encontrado, incosciente, em uma praia e salvo da morte pela doutora Elizabeth Merril, membro de uma instituição de pesquisa aqüática. Mark é membro de uma civilização do fundo do mar e não consegue lembrar de sua origem, nem nome.
O nome Mark Harris foi escolhido pela doutora Merril até que ele se lembre quem realmente é, o que nunca aconteceu. Mark e a doutora Merril se utilizam de um submarino chamado Cetáceo para viajar a grandes profundidades e efetuar pesquisas.
A série infelizmente teve poucos episódios e fez mais sucesso no exterior do que nos EUA, sendo cancelada.

domingo, fevereiro 25, 2007

Let's dance....Rei Davi!

Ano 1984, auge da minha juventude, eu participava de um grupo de jovens da igreja São José na Vila Operária, que este ano irá fazer 25 anos de existência, o grupo "Rei Davi". O grupo não se resumia simplesmente as reuniões, nós nos reunimos praticamente todos os dias, era muita festa, jogos e brincadeiras. Nós tíamos uma mania de ir todos juntos ao cinema, sentava aquela turma enorme que tomava conta de fila inteira de bancos. O que eu mais lembro deste tempo, era que nós dançávamos muito, depois então, que assistimos o filme "FOOTLOOSE", aí piorou, era festa constante, e muita dor nas costas, mas éramos felizes....saudade.

Minha mãe gostava...eu também gosto

Eu quero colocar a abertura desta novela, que passou por aqui no início dos anos 70, com essa abertura, quero homenagear minha mãe, que eu me lembre na minha vida, essa foi a novela que ela mais gostou, lembrando que é a abertura da primeira versão, não desta que passou em 1993 na Globo. "MULHERES DE AREIA", foi um grande sucesso da teledramaturgia brasileira e o maior êxito da TV Tupi nos anos 70.
Novela com: Eva Wilma, Carlos Zara, Gianfrancesco Guarnieri, Antonio Fagundes, Maria Izabel de Lizandra entre vários outros.
Novela de Ivani Ribeiro.

sábado, fevereiro 24, 2007

Que surpresa legal....nossa!

Ano: 1973, local: Fazenda São Francisco, estrada Romeira, zona rural de Maringá, lá estava eu, na casa de meu avô, asistindo Tv, quando começou um seriado Japonês, como eu já estava acostumado com o National Kid, esperava um seriado de super herói, eis que surge um seriado sobre uma equipe de agentes especiais, nossa, que loucura, eles tinham umas espadas legais, umas estrelinhas que atiravam, desapareciam atraz dos muros e peredes, muito legal, só que nessa época, ninguém, eu disse ninguém, sabia o que era um ninja, fui saber disso, décadas depois, sem falar, pásmem, que eu só lembrava da abertura deste seriado, em alguns flashes na minha mente, pois nunca mais foi apresentado no Brasil, sabe quando que fui rever a abertura? Hoje, agora, junto com vocês, com vocês os "AGENTES FANTASMA".

Você se lembra do Jerônimo?

Gente, quanto mais eu vasculho o baú, mais coisas legais eu acho, vocês lembram do "JERÔNIMO, O HERÓI DO SERTÃO", novelinha de aventura que passava na extinta Tv Tupí, e que era retransmitido para Maringá, pela Tv Tibagí de Apucarana no início dos anos 70? Eu lembro...nossa, tô velho mesmo. Por falar em Tv Tupí, vou colocar muita caisa dela, pois era e única rede de televisão que nós tíamos por aquí, aguardem.

Boa Noite Brasil

Vamos matar a saudade de um programa que eu assistia muito, apesar de ser criança, "FLÁVIO CAVALCANTE", era um programa simples, mas que influenciou muitos apresentadores. Gilberto Barros tentou, mas não conseguiu, mesmo utilizando a frase que representou Flávio Cavalcanti "Boa Noite Brasil". Ele inovou por ter sido o primeiro a ter um júri na tv brasileira, anos antes, em "Um Instante, Maestro".
Vemos figuras de renome como Sergio Bittencourt, Marcia de Windsor, Dener, Clécio Ribeiro, Marisa Urban, Marisa Raja Gabaglia, Humberto Reis, Erlon Chaves e Álvaro Valle compondo a bancada, Flávio Morreu em 1986, em pleno palco, durante a apresentação de seu programa pelo SBT.

quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Buddy Holly....La Bamba lll

Dos Três que morreram no acidente de avião de 1959, Buddy Holly era o mais famoso, não tinha estilo de cantor de Rock da época, magrinho, de óculos, estilo "nerd", mas suas músicas embalavam muito os jovens daquela época, tanto é, que ele é um dos cantores de Rock'n Roll mais cultuados nos EUA. Eu conhecí Buddy Holly, por um disco de viníl do Filme "Loucuras de Verão" ou seja "American Grafitty", filme de George Lucas que logo em seguida faria "Guerra nas Estrelas", disco esse que fui buscar no museu do disco em São Paulo, Bom, mais isso é outra história, mas quando ouvi o cara cantando, gostei na hora, pois ele cantava diferente, dando pequenos soluços (que é copiado até hoje por alguns cantores), e no filme "American Grafitty", um dos atores diz uma frase antológica que ficou quardado na história: " O Rock'n Roll nunca mais será o mesmo, depois que Buddy Holly morreu".

Big Bopper....La Bamba ll

Eu resolvi mostrar os cantores que morreram com Richie Valens naquele acidente de avião em 1959. Este é Big Bopper, ele só fez sucesso com uma música "Chantilly Lace", ele era muito brincalhão, animava mais do que cantava. Mas o interessante da história de Big Bopper, é que sua esposa estava grávida quando ele falaceu, imaginem que situação terrível ela deve ter passado, mas, seu filho nasceu, cresceu, e hoje, pásmem, é cantor, ele é cover de seu pai, pois são muito parecidos, legal não?

LA BAMBA...o verdadeiro

Quem não assistiu "LA BAMBA", filme que contava a história de Richie Valens ou Ricardo Valenzuela, cantor que faleceu em 3 de fevereiro de 1959, em um acidente de avião? Com ele estava dois outros cantores Buddy Holly, e Big Bopper que também faleceram precócemente. No Brasil, só ficamos conhecendo a história de Richie Valens por causa do filme, mas nos EUA, Buddy Holly e Big Bopper, tem uma legião de fans até hoje, e existe muitas curiosodades sobre eles que eu quero mostrar para vocês ( Ô bendida mania que o povo tem, de só conhecer o que a mídia empurra), mas sobre Richie Valens, não precisa falar muito, já vimos o filme, mas o que vocês não conhecem, é o VERDADEIRO Richie Valens. O que vocês vão ver, é a única imagem filmada dele, raríssimo, foi uma pequena aparição em um filme musical daquéla época, a cena é curta, mas vale pela importância.

Gosto sim...e daí?

Quem não gosta de carro, difícil né? Eu adoro, dos novos, aos antigos, mas tem um carro que eu sou apaixonado, pena que hoje em dia, ele é símbolo de pobresa, o meu adorado, idolatrado, vitaminado..blá blá blá, o FUSCA. Já possuí muitos e ainda sinto saudade deles, meus filhos também adoram, o mais velho falou pra mim já quardar dinheiro para comprar um, quando ele fizer 18 anos, e meu pai comprou um Fusca 78 original, e todos os finais de semana que eu os visito, fico namorando o Fusca dele. Vamos ver então este comercial raro da década de 70, do nosso famoso, glorioso, maravilhoso...blá blá bla...o FUSCA.

terça-feira, fevereiro 20, 2007

Os Gatões Ainda é Sucesso


Apesar da produção da série ter terminado em 1985, o elenco da série Os Gatões continuam reunindo centenas de fãs anualmente em Nashville para arrecadar fundos para a entidade beneficente Children's Hospital em Vanderbilt. O DukeFest 2007 acontece nas montanhas da Virgínia onde os fãs conversam com os atores, assistem a shows com músicas country, muitas delas interpretadas pelos atores da série, Tom Wopat e John Schneider, e ainda assistem a demonstrações acrobáticas com dublês dirigindo o General Lee. O evento foi criado há oito anos pelo ex-ator Ben Jones, que interpretou o assistente do Xerife Roscoe na série, e ex-congressista pelo estado da Georgia. Com duração de dois 48 horas seguidas de diversão e música, o DukeFest do ano passado chegou a reunir mais de 70 mil pessoas.

Quem não gosta, não acesse

Gente, desde o início do blog, eu fui claro que este blog seria direcionado ao passado, coisas para matar a saudade. Agora, eu não sei porque ainda existem pessoas que insistem em me criticar, porque? Já falei, quem não gosta, não acesse, ninguém está forçando ninguém, agora quem gosta, divulgue, para dar uma lição a essas pessoas alienadas. "Quem não vê o passado, não consegue projetar o futuro".

segunda-feira, fevereiro 19, 2007

Porque comecei colecionar

Demorei para colocar a abertura deste seriado, pois o que é bom vem depois. Gente, como colecionador que sou, gosto de várias séries, mas esta é a minha preferida. Assistí pela primeira vez quando criança, e de lá para cá, a paixão aumentou, ela é a causadora da vontade de colecionar seriados, e daqui a pouco tempo, terei este seriado em DVD que será lançado este ano no Brasil. Não é somente um seriado, é uma aula de história, aprendí muito assistindo "O TUNEL DO TEMPO", pois os roteiristas não esqueceram de nada, até um episódio que se tratava de uma parte da Bíblia, eles foram fiés (eu conferí na bíblia). Existe muitas curiosidades que vou relatar ainda no blog. Ainda não foi feito um remake para o cinema, mas em 2002, foi feito um para a Tv, muito bom também, com efeitos especiais de última geração, mas não houve sequência. Para vocês terem uma idéia de como eu aprendí com o "Tunel do Tempo", vou contar uma curisidade particular: A maioria da população só ouviu falar no "Titanic", depois do filme do James Camaron, com o Leonardo Di'Caprio, eu já sabia da história do Titanic desde criança, pois o primeiro episódio, os dois heróis vão parar dentro do navio, um dia antes dele afundar, e tentam de todas as formas avisar as pessoas e o capitão da catástrofe que viria. (Só para lembrar, povo do meu Brasil...a pronúncia correta é Titânic e não Titaníc, como todos falam), bom, tenho muito o que falar e mostrar do Tunel do Tempo, é só vocês aguardarem ok?

Fumaça nos meus olhos

Eu não canso de postar músicas lindas, não só na minha opinião, mas eu nunca ouví alguém falar que não gostasse desta música. Ela foi tema de diversos filmes e continua a encantar os corações apaixonados. "SMOKE GETS IN YOUR EYES" The Platters, e se vocês pensam que acabou ? Vou colocar mais The Platters no Blog, aguardem.

domingo, fevereiro 18, 2007

Que Maringá irei deixar?

Nascí nesta cidade, e por toda minha vida fui testemunha da falta de responsabiliade e de visão histórica de nossos governandes locais, ví com meus olhos, a primeira casa construida em maringá, ser demolida para se construir um banco no local, ví prédios históricos serem abandonados para depois serem demolidos para construir lojas e shoppings, ví nossos cinemas abandonados esperando para que igrejas se instalassem no local, ví com muita tristesa a antiga cafeeira na Av. Mauá ser demolida, local onde meus avós iam negociar o café plantado e colhido a mão em 1948, a antiga catedral, que mesmo com a nova poderia ser construida em outro local preservando sua arquitetura e servindo de museu da Diocese, como era a idéia de Dom Jaime, a clinica do Dr. Waldir Coutinho, Hotel Esplanada e tantos outros prédios que não vão existir mais, somente em exposições fotográficas apresentadas no Callil Haddad, ou no Museu da Bacia do Paraná na UEM. O que eu vou mostrar para meus filhos e netos? Fotos? Fico triste em saber que não há respeito pela nossa história, o prédio da Comp. Melhoramentos foi salvo para ser a Secretaria de Educação do Município, ainda bem, pois alí era para ser mais um Shopping. Não sou contra o progresso, pois, progresso e história podem viver lado-a-lado, pois vemos isso em todas as cidades deste país, porque aqui tem que ser diferente sempre? Agora vemos o prédio a antiga rodoviária que vai ser demolido, mais um pedaço da página da história da cidade que vai ser rasgada, por falta de competência e capacidade dos nossos governantes, quando digo governantes, digo "todos" dos que administraram esta cidade de 30 anos para cá, isto para mim é falta de respeito para com os pioneiros, que regaram este solo com o suór de seus rostos, e com isso fez germinar as sementes, criando este jardim chamado MARINGÁ. Por isso, vou também colocar este vídeo que ví no Blog do Rigon, para que, quem assistir possa pensar: Que cidade irei deixar para meus filhos e netos?

sábado, fevereiro 17, 2007

Curiosidade


Você sabia que o ator Robert Conrad do seriado "JAMES WEST", não usava dublê? Isso mesmo, o cara era louco, durante todo o transcorrer da série, ele quebrou vários ossos, fora as luxações, etc. Robert Conrad era faixa preta em Karatê, e utilizava os golpes durante as cenas de luta, machucando assim os dublês contratados e a ele próprio.

EUA Lança Flipper em DVD


Os Estados Unidos continua lançando quase que mensalmente os Boxes das mais variadas séries de TV. Os próximos da lista é a primeira temporada de Flipper. Flipper terá seus 30 primeiros episódios lançados no final de Abril pela MGM. Serão quatro discos de dois lados cada, com um total de 690 minutos. O filme do cinema de 1963, que deu origem para a série não está incluído, mas já foi lançado no Brasil. A temporada inicia com o primeiro episódio intitulado "30 Mil Pés".Flipper é uma produção de 1964 a 1968 com um total de 88 episódios. Estrelada por Brian Kelly, Tommy Norden e Luke Halpin, narra as aventuras de dois garotos, Bud e Sandy, filhos de um guarda responsável em preservar a vida animal no Coral Park, Flórida. Como animal de estimação, eles têm um golfinho, chamado Flipper, que está sempre tirando os dois de encrencas. Produzida por Ivan Tors em associação com a MGM Television, a série é uma das muitas produções de Tors voltadas para a vida animal. Entre as outras produções estão Aventura Submarina, Daktari, Selva do Mar, Ben o Urso Amigo, Salty (a da foca) e Cowboy na África (sobre um rancho no Kenya). Flipper chegou a ganhar uma nova versão tanto para a TV quanto para o cinema.

Mulher-Maravilha em Smallville


Os fãs da eterna Mulher-Maravilha, Lynda Carter, terão motivos para comemorar. A atriz terá participação em um episódio da série Smallville que retrata os dias de Clark Kent quando adolescente. Carter não fará nenhuma super-heroína com braceletes e laço da verdade, mas a mãe da personagem Chloe, Moira Sullivan, que retorna à vida da filha após anos de ausência. Segundo episódios anteriores, foi mencionado que Moira estava internada em um hospital psiquiátrico. Sua personagem fará a primeira aparição em um episódio do dia 12 de abril, nos Estados Unidos. E eu não falei que ela continuava linda?

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Cantores que nunca morrerão

Atendendo ao pedido do leitor do blog, ANTONIO MARCOS, que foi marido da cantora Vanuza, suas músicas são lindíssimas, e sua morte foi precosse, o motivo? Aquele que já matou muitos artistas, o esquecimento.

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Quero um desses

Gente, como o tempo passa e a gente não percebe, quantas vezes, nós assistimos a comerciais de carros, e ficamos babando para poder ter um carro daqueles, só que daqui a alguns anos, este mesmo carro que nós babamos, será lata velha. Veja como funciona o consumismo em nós, assista esse comercial e se pergunte, como eu fui e sou influenciável.

Será que era errado mesmo?

Não adianta eu gostar e colocar músicas dos anos 60, sem lembrar de ROBERTO CARLOS. Era muito pequeno, mas desta música eu não esqueço, principalmente porque éramos proibidos de cantar por causa da palavra "inferno", naquéla época, a sociedade era muito puritana, independente no sítio ou na cidade, e o Roberto, representava a juventude transviada, mau exemplo, etc. Nossa, hoje nós olhamos estas imagens e vemos que realmente, o mal é o que sai da boca do homem, não o que entra.

Só você

Existem músicas e conjuntos que são, e serão eternos, como por exemplo "THE PLATTERS", conjunto este, com as vozes mais armoniosas que já ví. Eu crescí ouvindo e cantando "ONLY YOU", e o mais incrível, é que por mais velha que seja esta música, todos gostam, inclusive os jovens de hoje. Vamos ver uma cena rara do conjunto cantando "Only You" extraída do filme "Let's Rock" de 1957....M A R A V I L H O S O.

De novo não...por favor

O clip é bobinho, mas a música é maravilhosa, aí meu Deus...que saudade...haaa, não vou falar de novo dos bailinhos né, mas.......deixa pra lá, vamos ver o Air Supply e correr atraz do lenço de papel.

Uma Missão nada impossível

Durante sete temporadas (1966/73) os telespectadores de todo o mundo ouviram, por meio de um gravador de rolo analógico, mensagens que invocavam muita ação, aventura e suspense, nunca vistas antes na tevê.
Trata-se da série clássica "MISSÃO: IMPOSSÍVEL", um programa que foi além de seu tempo, mesmo sem efeitos digitais, baseados apenas em efeitos de trucagem cinematográfica. Com um excelente trabalho de seus atores, diretores, produtores e do criador Bruce Geller, a série se tornou um ícone do século XX, influenciando em outras séries de tevê e também na indústria do cinema. Assistir a Missão: Impossível em pleno século XXI é como beber whisky de qualidade: quanto mais envelhecido melhor. Para quem quizer assistir, basta dar uma passada na Art Video Locadora da Av. Cerro Azul, em frente a Câmara Municipal, e locar a 1° temporada completa.

quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Para quem é bom de memória

Existem várias séries antigas que nós nunca ouvimos falar, mas há algumas que eu, por exemplo, era muito pequeno, mas na mente ficam alguns flashes da abertura, e muito tempo depois eu pude assistir. Um exemplo é a série "PERSUADERS", está série só passou no Brasil no início da década de 70, depois nunca mais. Os atores eram Tony Curtis e Roger Moore, que misturava a irreverência do americano com Seriedade do Inglês, então para quem se lembra e quem não lembra, "Persuaders".

Jornada nas Estrelas Remasterizada é adiada no Brasil


A primeira temporada da Série Clássica de Jornada nas Estrelas em versão remasterizada, com novos efeitos especiais, não chegará mais ao Brasil até o fim do ano, informou a Paramount Home Entertainment. Originalmente, a companhia estava agendando o lançamento para novembro de 2007, época em que o material deve sair nos Estados Unidos. Ainda não há informações sobre o motivo do adiamento e nova previsão de lançamento.

Jornada nas Estrelas, a série de ficção científica que foi um marco na história da televisão dos anos 60, recebeu "um banho" de alta tecnologia para, após 16 anos, voltar à televisão americana. Os episódios foram remasterizados digitalmente e trazem novos efeitos especiais e música.
O feito faz parte das comemorações do aniversário de 40 anos da franquia, marca alcançada em setembro de 2006. A idéia é que todos os 79 episódios da série sejam eventualmente remasterizados, mas um primeiro lote foi escolhido por meio de uma lista de favoritos dos fãs.
Os filmes originais dos episódios foram convertidos para o formato digital de alta definição, que proporciona imagens mais claras, cristalinas e cores mais vibrantes, mesmo quando vistas em um aparelho de televisão normal.

terça-feira, fevereiro 13, 2007

Trapa Suat de novo

Atendendo a pedidos, vamos ver mais uma aventura da Trapa SUAT, agora no velho oeste, esta cena é de 1977, e mostra, para quem não sabe, o quinto trapalhão, isso mesmo, Ted Boy Marino, lutador de luta-livre e que acompanhou os trapalhões desde os primeiros filmes na década de 60. Hoje, ele mora em Nitérói, está bem velho e gordo. Em uma reporgem que eu assistí a uns 30 dias, mostrava Ted Boy sózinho, vivendo de aposentadoria e lembranças.

Jovens....para sempre

Um leitor do blog pediu um clip com o grupo "ALPHAVILLE". Gente, esse som me faz viajar para minha juventude na década de 80, nem precisa falar, "Forever Young", já diz tudo, música lindíssima que faz a gente voltar mesmo. Quem não escuta esta música e não sente um aperto no coração? Com certeza, esta música é eterna.

domingo, fevereiro 11, 2007

Xô tristesa

Existem muitos tesouros escondidos no tempo, que temos a obrigação de desenterrar, quando eu ví este clip dos "MONKEES", achei maravilhoso, olha que música mais suave para os ouvidos, ela nos traz saudades, alegria, ânimo, pra mim é uma música motivacional, quando estou triste, a ouço e logo ergo minha cabeça, e tem mais dos Monkees vindo por aí, viu gente!

Como eu queria um gênio desses

Existem séries, que mesmo com o avançar do tempo, nunca perdem a atualidade e são reprisadas constantemente. É o Caso de "JEANNIE É UM GÊNIO", como acontece com outro seriado "A Feiticeira", é sempre reprisado, que bom, é um pouco de refresco para nossos olhos e ouvidos, em relação o que a Tv apresenta hoje, pena que é muito pouco, e temos que engolir novelas, sexo e palavrões nos Big Brothers da vida.

Conheça os segredos do Universo


Gente, conseguí também uma raridade, a coleção completa da série "COSMOS" do Astrônomo Carl Sagan de 1987, lembram? Então, isso realmente é uma raridade, não existe em lugar nenhum, em DVD nem pensar, e ainda por cima, legendado em português. Quem se interessar, copiamos em DVD. Veja este vídeo promocional.

É Fantástico

Da série "ABERTURA DO FANTÁSTICO", esta e de 1983, quando começou a ser utilizado o sistema Kromaki e computação gráfica.

Prova do crime

Para quem estava duvidando do que eu falei sobre o "BAMBA" encontrado...eis aí a prova. Sua fabricação parou o final dos anos 80, este da foto é dos anos 70.

sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Quer possuir alguma raridade ?

Gente, no início do blog, na minha apresentação, eu disse que era colecionador de séries antigas, tenho algumas sim, nem todas, e por um tempo aquilo era o meu xodó, mas depois do blog e da insistência de meus amigos que falavam, porque você não divide com outras pessoas a sua coleção? Pensei, e concordei, essas raridades tem mais é quer ser propagadas, e não quardadas a sete chaves como eu estava fazendo, por isso, resolvi comercializar, não só minha coleção de seriados, mas também toda e qualquer antiguidade que algum leitor do blog possa interessar. Então gente, se alguem tiver a vontade de ser possuidor de alguma "raridade", seja qual for, eu vou tentar fazer o máximo de esforço para conseguir, lembrando, por se tratar de raridades, o valor é sempre maior do que do mercado, mas para quem gosta, para poder um dia mostrar para seus filhos e netos, não tem dinheiro que pague. Por exemplo: Meus filhos são fanáticos por estas coisas, eu estou perpetuando o valor do passado neles, só para vocês terem uma idéia, um amigo me desafiou a encontrar um tenis "BAMBA", lembram? Demorou um pouco, mais eu conseguí, ele disse que não vai usa-lo, mas quarda-lo, pois esse tenis lembrava muito sua infância e as dificuldades daquéla época em sua vida. Então gente, quem se intreressar, entre em contato comigo, pelo email: carlaoaug@ig.com.br, ou pelos coments do blog, para que eu possa começar a "Garimpagem".

Ó... vem pra mim Diana!

Houve um tempo que eu era muito mais fanático por os anos 60 do que hoje, eu cantava músicas que meus amigos nunca ouviram, mas uma que cantava, e que eu nunca esquecí e letra foi "DIANA", no original, com Paul Anka, bom...quem não conhece esta música, linda. Eu vou postar mais músicas do Paul Anka, aguardem.

Que carro nada, queria aquele cavalo


Acho que tinha uns 6 para 8 anos de idade quando pela primeira vez assisti pela TV a uma série sobre as aventuras de um cavaleiro negro com uma máscara que encobria parte de seu rosto, escondendo-lhe o nariz, a boca, parte das bochechas, o queixo e o pescoço. Tal cavaleiro montava um garanhão branco com um nome bastante sugestivo: “Corisco”. Para mim, na época, aquele cavalo rasgava as estradas das diligências e os atalhos mais íngremes com a mesma velocidade que atualmente fazem os carros de Fórmula 1 nas retas das pistas de corrida. O cavaleiro que o montava mais parecia uma entidade de outro mundo, chapéu e roupa preta de seda, portava uma arma, um revólver de seis tiros, e o sacava da sua cartucheira de couro com a mesma rapidez que o relâmpago risca os céus em prenúncio de tempestade. Aquele personagem era rapidíssimo no gatilho. Acertava qualquer alvo numa fração de segundos e desarmava bandidos e malfeitores com tiros sempre certeiros. Era uma verdadeira ameaça para os vilões e maus pistoleiros do velho oeste. Quem quer que tentasse cruzar ou impedir o seu caminho na busca incessante da verdade e da justiça a qualquer preço, terminaria na cadeia ou morto num tiroteio. O referenciado garanhão branco, que contrastava com aquele cavaleiro negro, era o sonho de qualquer adolescente na época, comparado aos dias de hoje com o sonho daqueles que completam 18 anos e não vêem a hora de receberem de presente o primeiro automóvel. Bons tempos aqueles, quando a televisão anunciava "DURANGO KID".

Lindsay Wagner "A mulher Biônica" ontem e hoje



Lindsay Wagner, a eterna Mulher Biônica quando ainda era adolescente - foto de escola e de campanhas publicitárias. A atriz, hoje com 57 anos, continua na ativa. Seus trabalhos mais recentes são os telefilmes The Surfer King e Four Extraordinary Women. Nascida Lindsay Jean Wagner, iniciou seus estudos artisticos como bailarina aos 13 anos. Estrelou a série A Mulher Biônica em 1976 e na década de 90 chegou a ser cogitada para o papel da Capitã Janeway da série Jornada nas Estrelas: Voyager. Foi casada quatro vezes e tem dois filhos, Dorian, 24 anos, e Alex, 20 anos. A atriz é vegetariana vegan, ou seja, não come carne ou qualquer alimento de derivado de animais, como leite e ovos.

40 anos de Perdidos no Espaço



7, 6, 5, 4, 3, 2.... 1 Este é o inicio, este é o grande dia, vocês estão para presenciar o desenrolar de uma das maiores aventuras da história, a colonização espacial pelo homem, além das estrelas, mais uma vibrante aventura por galáxias desconhecias. Há 40 anos estreava uma das séries mais cultuadas da história da TV americana, Perdidos no Espaço. Produzida por Irwin Allen, conhecido como o mestre do cinema catástrofe, a série teve um total de 3 anos e 83 episódios. O primeiro ano, em preto e branco, estreou em 1965. A data, 4 de dezembro de 1966, marca o lançamento da nave ao espaço na televisão brasileira.Em busca do planeta Alfa Centauri a fim de colonizá-lo, devido à super-população na Terra, a nave desvia de seu rumo graças ao peso extra. Ou seja, a presença involutária do Dr. Zachary Smith, espião encarregado de sabotar a missão. Estrelada por Guy Williams (John), June Lochkart (Maureen Robinson), Marta Kristen (Judy), Angela Cartwright (Penny), Billy Mumy (Will), Mark Goddard (Don West), Bob May (Robô) e Jonathan Harris (Dr. Smith) a série teve uma versão para o cinema em 1998 que contou com rápidas participações de alguns dos atores da série.

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Problema com os comentários

Gente, estamos com problemas na ferramenta de postagens, por isso os comentários que vocês estão fazendo não estão aparecendo, estamos tentando resolver isso o mais rápido possível, ok?

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Elvis de Barba?

Ano de 1968, a febre do momento era os westerns italianos, tanto é que até atingiram os EUA, e como não poderia deixar de ser, ELVIS entrou na onda e produziu um western no estilo italiano "CHARRO", a curiosidade, é pela primeira vez Elvis mudou o visual e deixou a barba crescer para se parecer com os heróis italianos, neste filme ele não canta, somente a música tema do filme, e que é extremamente parecida com as dos filmes italianos, ficou legal.
Obs. Este filme, pelo menos que eu me lembre, nunca foi apresentado na Tv.

Era feliz e não sabia

Esta foi uma das músicas que eu mais ouvi na minha vida, em 1977, quando Bonnie Tyler cantou "IT'S A HEARTACHE", foi uma febre,nossa....todo mundo cantava essa música, chegou a irritar, eu já não suportava mais. Mas depois de mais de 25 anos, o que te irritava, começa a te trazer lembranças, resumindo...eu era feliz e não sabia.

Macacos me mordam

Eu sempre falo das coisas que eu gosto, mas este seriado, que na realidade saiu dos 5 filmes da série "O PLANETA DOS MACACOS", eu não gostava.....eu era Aficcionado, pelos filmes então, nem se fala, tenho todos em VHS, e alguns episódios da série de Tv. A abertura que vamos ver é da série, ao todo, foram somente 14 episódios produzidos, pois o custo era muito alto, foi usado as mesmas locações dos filmes para baratear os custos. Para quem se lembra, O Planeta dos Macacos foi uma febre, além dos filmes e a série de Tv, foi produzido um desenho animado e histórias em quadrinhos (que eu colecionava), do filme novo, nem vou falar nada, nada a ver com o original, mas...., eu vou postar muito mais coisas sobre O Planeta dos Macacos, e vou falar muitas curiosidades também.

J Quest...não estou falando da banda

Este desenho me surpreendeu quando o ví pela primeira vez, era muito realista para a época, mostrava cenas de ação muito realista, eu gostava...e ainda gosto muito de "JONNY QUEST", e não é só eu, ou de onde o nome da banda "J QUEST" se inspirou? Fizeram um novo desenho, com modernas técnicas, mas, não agradou, gente...porque insistem em tentar fazer o que já está feito?

Voltei.....

Gente, desculpe pela demora nas postagens, mas eu tive problemas com a minha conexão. Segundo informações de meu sobrinho e técnico em informática, alguns Hakkers estão tentanto estragar o Blog, por isso, temos que sempre estar atentos, e de vez em quando, tomar providências para que isso não ocorra, conto com a paciência de vocês, ok?

segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Leilão de Jornada nas Estrelas Arrecada 7 milhões de Dólares


Mais de mil itens das séries Jornada nas Estrelas foram leiloados durante 3 dias pela Christie´s e arrecadou 7.1 milhões de dólares. O modelo da nave Enterprise utilizado na abertura da série A Nova Geração e reutilizado em alguns episódios, incluindo o filme Generations, arrecadou, sozinho, 576 mil dólares. O traje espacial utilizado pelo Dr. McCoy no episódio A Teia, foi vendido por 144 mil dólares. Durante o leilão, funcionários da Christie´s atendiam aos telefonemas vestidos com o uniforme de Jornada nas Estrelas enquanto as vendas eram transmitidas pelo site do History Channel, que pretende produzir um documentário sobre o leilão. Ano passado a série comemorou 40 anos de produção.

16 vezes....ô exagero

Este filme marcou muito minha adolescência, lembro que eu conseguí até comprar uma revistinha de fotos do filme, para vocês terem uma idéia, só ni cinema, eu assistí 16 vezes, é verdade, fora o disco de vinil que consegui comprar muito depois. A uns 3 a 4 anos atráz, foi comemorado os 20 anos do filme, e nos Estados Unidos, o filme voltou a ser apresentado nos cinemas, com a imagem remasterizada, pena que não veio para o Brasil, se não eu teria assistido a 17, 18, 19 20 vezes. Vamos ver uma das cenas principais de "GREASE", a música "Summer Nights", quem canta? Nem vou comentar.

domingo, fevereiro 04, 2007

Um herói nem tão bonito

Todo seriado que nós já vimos, sempre conta com a presença de gente bonita, o ator principal ou a atriz, nem se conta, sempre são beldades, mas nesta série, o ator principal era gordo, bigodudo e meio caréca, mas mesmo assim, eu não perdia um episódio de "CANNON".

História do Vigilante Rodoviário é contada em livro


Os mais velhos certamente irão se lembrar da primeira série brasileira filmada, trata-se de O VIGILANTE RODOVIÁRIO, um grande sucesso da época que permanece até hoje na memória dos fãs. A série foi produzida graças à persistência de Ary Fernandes, criador e produtor do programa que teve como ator principal Carlos Miranda. Mas essa não foi a única série produzida por Fernandes, ele também foi responsável por Águias de Fogo, na qual ele também participava como ator, sobre um grupo de pilotos brasileiros e suas missões. Agora a história desse pioneiro da TV brasileira está sendo lançada em livro. Escrita pelo pesquisador Antônio Leão da Silva Neto, Ary Fernandes - Sua Fascinante História, está sendo editada pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.Uma obra que irá perpetuar a história dos bastidores de produção da série, desde sua concepção até sua consagração na TV, além de registrar a carreira de Ary Fernandes, produtor e cineasta que iniciou seus trabalhos nos Estúdios Maristela e tornou-se independente nos anos 70 e 80. Para quem nunca viu, vamos ver uma pequena cena do seriado.

Matei muita aula

Eu sempre levei azar, minha mãe só conseguia matrícula no período da tarde, e eu adorava assitir a sessão da tarde, principalmente porque passava muitos filmes clássicos, um dos que eu mais gostava, era aqueles filminhos da praia, que tinha aquelas garotas dançando, e do casal que sempre ficava brigando. Este Trailer é do filme "FOLIAS NA PRAIA" com Frankie Avalon e Annette Funicello, o triste da história, é que, a alguns anos atraz, eu ví uma entrevista com a Annette Funicello, gente foi realmente triste, ela estava com o mal de Parkinson, e durante a entrevista ela chorou muito, e disse que a coisa que ela mais queria poder fazer na vida, era dançar novamente. O clip está com problema, está sem áudio, vou tentar concertar, ok?

sábado, fevereiro 03, 2007

Meu outro amor

Este seriado passou na década de 70, e era muito legal também, só que era muito curtinho os episódios, 15 minutos só, e eu não suportava esperar até a próxima semana para ver a "ISIS". Linda, maravilhosa, ví uma foto dela recente, continua linda. Os efeitos são ridículos, mas quando você é criança, nem repara nisso. Vamos ver a abertura do seriado, e a tranformação da Isis.

Continue sempre assim "criança" ...sempre

Este clip não é só uma homenagem a "HANNA E BARBERA", mas sim, uma homenagem a todos nós, que um dia fomos crianças, que um dia não pensávamos em nada, só se devertir, que um dia, na frente da tv nossas mâes só ouviam nossas risadas, que um dia, não havia preocupação, só esta turma povoava nossos sonhos, e que este dia também é hoje, é o nosso dia, dia de nosso filhos, dia de nossos netos, porque a inocência está dentro do nosso coração, e ela nunca morrerá.

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

O que ainda vai acontecer no Blog

Neste clip que preparei, vocês vão ter a oportunidade de ver algumas das coisas que eu já coloquei no blog, e que ainda vou colocar, então aguardem....bom, o fundo musical tinha de ser "Good Times", bons tempos...tudo a ver né?

A solidão dos Carpenters

Gente, este clip eu não conhecia, a música sim, quando eu assistí, achei muito legal, é um lado dos "CARPENTERS" que eu não conhecia. Neste clip eles mostram a difícil vida de solidão de uma pessoa que escolhe a vida artística.

Ta difícil

Gente, estou com muita dificuldade com o tempo, por favor, se eu demorar para postar, não fiquem chateados, pois está difícil, estou brigando com o relógio todos os dias....não me abandonem ok?

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Não e o Duck Dodgers mas sim o Buck Rogers


Passou na Globo entre 1979 e 1980. Com base no famoso personagem das histórias em quadrinhos, Buck Rogers, a série foi a última versão do herói nas telinhas. Essa versão foi criada por Glenn A. Larson e estrelada por Gil Gerard, Erin Gray e Tim O´Connor, entre outros. Apesar do sucesso, a série teve apenas duas temporadas produzidas. Na primeira fase, Buck colabora extra-oficialmente com a Coronel Deering na missão de proteger a Terra contra ataques inimigos. Na segunda temporada, ele viaja pelo espaço em uma nave que explora o espaço em busca de tribos de humanos. Além de Wilma Deering (agora morena) e do robô Twiki, passam a fazer parte do elenco o Dr. Theópolis, outro robô, o Almirante Asimov, e Falcão, um alienígena meio homem-meio ave. Essa foi a segunda versão com atore a retratar o personagem. Em 1950 foi produzida uma série estrelada por Kem Dibbs, que depois foi substituído por Robert Pastane.
Abaixo, a abertura da série Buck Rogers no Século XXV.

Desenho ruim, filme pior (pra mim)

Por falar em coisa chata, gente, este desenho tinha algo de especial, eu o detestava, mas assistia todos os dias, porque será? Até hoje eu me pergunto, e até hoje não achei a resposta. O cabelinho chanel, as mesmas cenas repetidas (parecia que os desenhistas tinha preguiça de fazer cenas novas), maaaaaaas, fez sucesso, tanto é que fizeram um filme, a parte triste é que, foi a última vez que meu irmão falecido foi a minha casa, ele e a familia foram assitir o filme "MESTRES DO UNIVERSO" ou seja "HE-MAN", meses depois ele faleceu, não é por isso que eu não gosto do desenho, os motivos são outros, mas o filme, esse sim, procuro não assistir.

Ok, vocês venceram

Este seriado também fez muito sucesso no Brasil, só que eu não gostava, achava muito chato (lembram que eu falei que iria colocar coisas que eu também não gostava), então esta série é uma delas, mas teve e tem muitos fãns, por isso, eu vou postar, o que seria do verde, se todos gostassem do vermelho não é mesmo? Então "CASAL 20".