COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

segunda-feira, dezembro 26, 2016

Suposta policial federal chama PM de macaco e vai presa por racismo em Campo Mourão

Uma mulher foi detida acusada de injúria racial depois de desrespeitar um policial militar no fim da tarde desse domingo (25), em Campo Mourão. Parte do flagrante foi filmada por populares, que aplaudiram quando ela recebeu voz de prisão e a chamaram de racista. A Polícia Militar foi acionada para atender um acidente de trânsito envolvendo um Audi A3 com placas de Campo Mourão, no cruzamento da Avenida Irmãos Pereira com a Rua Roberto Brzezinski. Alterada, uma mulher se apresentou como policial federal, integrante da equipe do juiz Sérgio Moro. O policial pediu que ela apresentasse um documento oficial comprovando o cargo, porém, ela teria dito que não mostraria um documento federal a um “mero policial militar, sem cultura.” Segundo informações da PM, ela gritou palavras como “negão, macaco e porco” e sugeriu que se o policial quisesse aparecer deveria andar com um “lenço vermelho e um cacho de banana pendurados no pescoço”, assim como acusou a Polícia Militar de ser corrupta. A mulher presa também disse que o policial estava bêbado, drogado e que precisava de tratamento psicológico. Presa por injúria racial, ela foi encaminhada à 16ª Subdivisão Policial. Massa News

Um comentário:

Anônimo disse...

A porta da viatura não teve culpa para ser tratada daquela forma!