COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

terça-feira, janeiro 03, 2017

Homem que matou a esposa em Sarandi está preso

HOMEM QUE MATOU ESPOSA EM SARANDI ESTÁ PRESO
O açougueiro Josivaldo Antônio de Brito, de 31 anos, se entregou sem a presença de advogado na tarde desta segunda-feira (2) na delegacia da Polícia Civil de Sarandi. Josivaldo matou sua esposa com golpes de faca no peito e pescoço. Vanessa Ribeiro de Brito, de 34 anos, foi encontrada morta na tarde do último domingo (1) em sua residência na avenida Borsari Neto, Jardim Novo Independência. A mulher que tem um filho de 9 meses com Josivaldo estava deitada na cama e com o pescoço degolado. Josivaldo decidiu falar com o repórter André Almenara e confessou que matou a mulher porque Vanessa não quis reatar o relacionamento de 5 anos. Josivaldo contou que duas semanas antes de cometer o crime de homicídio pagou para manter relação sexual com uma prostituta de Sarandi, e que quando chegou em casa confessou para a esposa que tinha traído Vanessa. A esposa revoltada com a confissão do marido pediu a separação e por hora tinha pedido ao marido para que o mesmo dormisse em quarto separado. Depois de algumas brigas, discussões e tentativas de reatar o casamento, Josivaldo na última sexta-feira (30) pegou a faca e desferiu vários golpes na mulher. Depois de assassinar Vanessa, Josivaldo pegou o filho de 9 meses e levou para sua mãe no Distrito de Floriano onde ficou por 1 dia escondido. No dia que Vanessa foi encontrada morta, Josivaldo ligou para uma mulher da igreja na qual o casal frequentava e confessou que tinha matado Vanessa e que era para avisar a família dela. Josivaldo disse que ficou "cego" na hora do desespero de perder a mulher e acabou cometendo o assassinato. O delegado Reginaldo Caetano da Silva que estava com um mandado de prisão preventiva em mãos para cumprir disse que Josivaldo foi autuado por homicídio qualificado e a pena para o crime varia de 12 à 30 anos de cadeia. André Almenara

Nenhum comentário: