COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

quarta-feira, janeiro 04, 2017

IML identifica todas as vítimas fatais de acidente na BR-158

Um grave acidente foi registrado na madrugada desta terça-feira (3) no quilômetro 207 da BR-158, em Campo Mourão. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), sete pessoas morreram. O número de feridos ainda não foi divulgado. Ainda conforme a PRF, o coletivo da Expresso Maringá, que saiu de Foz do Iguaçu com destino a Maringá, não conseguiu fazer a curva após o viaduto do contorno de Campo Mourão e tombou sobre a defesa metálica. Em seguida, desceu um barranco de aproximadamente 15 metros e capotou em seguida. Quarenta e uma pessoas estavam a bordo. Entre os mortos, uma criança de apenas três anos de idade. Provavelmente, as vítimas fatais não usavam o cinto de segurança, pois foram ejetadas do veículo. Segundo relatos da equipe que atendeu ao acidente, o motorista estava em Campo Mourão e trafegava sentido Maringá. Para entrar na cidade de destino, ele teria que fazer um retorno, mas perdeu o acesso. À frente, ele tomou outra alça, local onde o acidente aconteceu. A suspeita é que o veículo tenha saído da pista em razão da alta velocidade. A Polícia Rodoviária Federal afirma que o tacógrafo apontou para velocidade acima da permitida, a mais de 100 km/h. No entanto, apenas a Polícia Civil, após a perícia, poderá emitir laudo conclusivo. O horário estimado do acidente foi às 3h30, conforme registro do dispositivo. Foto enviada pela PRF aponta que a velocidade recomendada para o trecho é de 40 km/h. A marca de frenagem tem cerca de 48 metros. Um caminhão-guincho tenta fazer a remoção do veículo, mas por causa da terra molhada, houve atolamento e os profissionais têm dificuldade em retirá-lo. Os feridos foram encaminhados a hospitais da região, em Campo Mourão e Umuarama. Vítimas Familiares compareceram ao Instituto Médico Legal (IML) para identificar as vítimas. A primeira é Idalina Joanna Vianna Guzzoni, de 82 anos, moradora de Marechal Cândido Rondon. Ela é mãe de uma jornalista de Maringá. Também foram identificadas Olésia Antiqueira Basseto, 69 anos, residente em Maringá; Alecssandro Ramos Martins, 36 anos, natural do Rio de Janeiro. Este último será sepultado em Cascavel, onde mora a mãe que ele visitava. Também perderam a vida João Alves Martins, a esposa dele Lucilene Vieira e a filha do casal Júlia Vieira, de 3 anos. A família morava em Sarandi. Outros dois filhos do casal, de 12 e 17 anos, estão internados em hospitais. A sétima vítima fatal foi identificada por volta das 16h. Trata-se de Onésio Ribeiro Filho, 53 anos, morador de Maringá. A empresa A empresa Expresso Maringá informou, por meio da assessoria de imprensa, que está prestando todo o apoio necessário para as vítimas, tanto funerário para as fatais e médico para os feridos. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos, pois os hospitais não emitiram boletins médicos. Alguns passageiros que saíram ilesos foram liberados após o acidente. Uma equipe da empresa viajou a Campo Mourão para prestar assistência presencial aos ocupantes do ônibus. O motorista identificado como Denis Vieira dos Santos, 41 anos, sobreviveu. O socorrista que o atendeu informou que ele estava consciente e sofreu fraturas nas pernas. Somente Denis viajava como motorista. Ele trabalha na empresa desde agosto de 2014. Feridos A Santa Casa de Campo Mourão divulgou uma nota na noite desta terça-feira (3) sobre o estado de saúde dos feridos. Das 13 vítimas que foram internadas, duas receberam alta hospitalar, uma foi transferida para um hospital no município de Umuarama por necessidade de atendimento de alta complexidade em neurocirurgia, dois permanecem na unidade de urgência e emergência, cinco estão em leitos de enfermaria e três continuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital, sendo um em estado gravíssimo e dois em estado grave. A identidade de algumas vítimas foi divulgada pela Santa Casa. Vítimas que estão na Santa Casa de Campo Mourão: Gislene Cristina Pinto 48 anos; Fátima Jurema Lemos, 72 anos; Adriana Aparecida Maister Cavalini, 42anos(Está na UTI); Dionicio Soto, 31anos(Está na UTI); Larissa Bulgarelli Pires, 17 anos (Está na UTI); Jamyle Gabriela Vieira Martins, 10 anos; Maria Eduarda Rosa Martins, 8 anos; Adelson Lemos Filho, 25 anos; Lucas Gabriel Hortiz Martins; Valdemar Benício, 41 anos; Aline Vitoria Hortiz da Silva, 13 anos (encaminhada para Umuarama); Colaboração: Geovan Petry/Rede Massa

Nenhum comentário: