sexta-feira, março 31, 2017

Ex-prefeito é denunciado por usar cilindro de oxigênio em barril de chope

A 5ª Promotoria de Justiça de Campo Mourão apresentou denúncia criminal contra o ex-prefeito de Luiziana na gestão 2009-2012 por peculato e homicídio qualificado por dolo eventual. Segundo apurou o MP-PR, o ex-gestor mandou retirar da unidade de saúde do município o único cilindro de oxigênio apto para uso em ambulância no atendimento de urgência e emergência da cidade e o utilizou para bombear chope durante uma festa particular. A análise técnica atestou que a falta do equipamento contribuiu para a morte de uma mulher que necessitou do equipamento enquanto este estava em uso na casa do ex-prefeito. Foram denunciadas também duas pessoas que retiraram o cilindro do local e o transportaram até a residência do então prefeito. O fato ocorreu na passagem de 2012 para 2013 e foi um dos últimos atos do então prefeito, cujo mandato encerrou-se em 31 de dezembro de 2012. Improbidade Além da denúncia criminal apresentada nesta semana, o fato já havia sido levado à Justiça da Comarca de Campo Mourão por meio de uma ação civil pública no início de 2015. Em decorrência dessa ação, o ex-prefeito foi afastado liminarmente do cargo de secretário municipal de Finanças de Luiziana, para o qual havia sido nomeado depois do término de seu mandato. Agora, com a ação penal, os responsáveis devem ser julgados pelos crimes de peculato (desvio de patrimônio público para uso particular) e homicídio qualificado com dolo eventual (quando se assume o risco de produzir o resultado morte). Colaboração do tasabendo.com.

Nenhum comentário: