quarta-feira, março 29, 2017

“Fofoca” leva empresária a registrar B.O. na delegacia

Uma empresária de Maringá procurou a Polícia Civil na manhã desta terça-feira (28), para registar um boletim de ocorrência contra um inquilino que está morando em uma casa de sua propriedade, e também contra uma ex-inquilina. O motivo da atitude, é a fofoca. Sim, Aparecida Alves relatou que está sendo alvo de fofocas, maledicências e injúrias. “Eles estão jogando meu nome na lama”, diz. O atual inquilino, segundo ela, além de falar mal e fazer fofocas a seu respeito, ainda não paga o aluguel e a conta de água há 4 meses. “Eu quero tirar ele de lá, se a pessoa não paga o aluguel, tem que sair”. Já o problema com a ex-inquilina é ainda maior. Aparecida contou que a mulher saiu do imóvel e teria ficado devendo R$ 350. A dona da casa então, procurou o pastor da igreja e relatou o fato ao homem, que falou com a devedora e solucionou a falta de pagamento, mas depois disso, os insultos começaram. “Ela fica me ameaçando, falando mal de mim. Coloca a filha de 14 anos para me difamar na internet”, afirma. “Ela diz que deixou de ser crente por minha causa, eu não faço ninguém deixar a igreja não, se ela saiu foi porque quis, que não era cristã mesmo”. Colaboração Índio Maringá/Marcos Vinícius/Rede Massa

Nenhum comentário: