COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

segunda-feira, março 06, 2017

Policial atira em carro de pastor por engano

Pastor presidente da IEAD PR,igreja Assembléia da Deus do campo eclesiástico de Arapongas pastor josuel de lima crepalde,e sua esposa Silvana crepalde,e seus filhos,quando estavam indo em um aniversário de um pastor jubilado da Assembléia de Deus de Flórida, pastor Cornélio, quando ao entrar na cidade de Flórida seu carro foi alvejado por um tiro, mas ele sem saber o que havia acontecido, devido o barulho ter sido muito grande, decidiu acabar o trajeto até o destino que era a igreja que seria o culto de cerimonia do pastor Cornélio de Azevedo, pois achou que pelo barulho teria sido de algum pneu,  quando chegaram no destino,que desceram do carro com sua esposa os filhos, perceberam que era tiro,foi quando um homem identificando ser um PM com uma Caminhonete, perguntou para o recepcionista da igreja onde era a delegacia, foi aí que o pastor disse para o suposto policial que seu carro havia sido alvejado por um tiro, foi quando o suposto policial militar junto com o pastor presidente Josuel de lima Crepalde junto com sua esposa silvana de lima crepalde e filhos,foram conduzidos pelo suposto policial até a delegacia de Florida Pr. Chegando lá o policial deu sua versão, dizendo que havia um carro perseguindo ele, que ao adentrar na cidade de Flórida ele encostou sua Caminhonete em um posto de combustível, e atirou em direção ao carro do pastor presidente. Segundo a versão do policial, ele pensou que era algum bandido que iria o assaltar,e resolvem atirar no carro sem ter certeza se era um bandido, chegando na delegacia depois que o polícial contou sua versão, o policial que estava de plantão fazendo a ocorrência, deu todo o apoio ao policial despreparado, que reside em Paranacity e fazia plantão em Astorga, e para evitar mais constrangimento para sua família, o pastor presidente da Assembléia de Deus de Arapongas, Josuel de lima Crepalde, resolvem dar o caso por encerrado. Eliandro Silva (Veja Paraná)

2 comentários:

Anônimo disse...

Vamos fazer de conta que esse episódio não passou de ficção para sermos felizes!

Anônimo disse...

ABSURDO !!!! E SE ESSE SUPOSTO POLICIAL TIVESSE ALVEJADO E MORTO ESSA FAMILIA ? COMO FICARIA ?? ATIRAR E TIRAR VIDAS DE INOCENTES VIROU ROTINA EM NOSSO PAÍS, ONDE ESTA AS AUTORIDADES COMPETENTES PARA ESSE CASO E MUITOS OUTROS QUE ACONTECEM DIARIAMENTE ????