quarta-feira, abril 26, 2017

Polícia prende dois pescadores com peixes abaixo da medida

Por volta das 20h desta terça-feira (25), dois homens foram presos às margens do Rio Paraná, por suspeita de pesca predatória. O flagrante foi feito por uma equipe de policiais ambientais do 2º Pelotão de Umuarama, que patrulhava a região. Com os suspeitos, foram encontrados 17 peixes abaixo do tamanho permitido. De acordo com a Polícia Ambiental, a dupla estava saindo do rio no Porto Camargo, quando foram abordados. A equipe perguntou se havia peixes no barco, mas eles negaram e disseram que havia sido um “dia ruim” para a pesca. Por segurança, no entanto, os policiais revistaram a embarcação e encontraram escondidos dentro de colchonetes e embaixo de tapetes, 17 peixes da espécie Piapara, todos abaixo da medida permitida, que é de 40 cm, totalizando 8,6 kg de pescado. Os presos são moradores do município de Douradina/PR e foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Icaraíma para a lavratura do flagrante. Todo o material apreendido, como a embarcação, motor de popa, varas e molinetes foram encaminhados para o Instituto Chico Mendes, onde deverão também ser lavradas as autuações administrativas em razão de o crime ambiental ter sido cometido em uma Unidade de Conservação Federal, APA do Rio Paraná. A Polícia Ambiental alerta para restrições quanto à pesca que tipificam crime ambiental como as medidas e espécies de peixes permitidas e ainda locais de proibição como: lagoas marginais; a menos de 200 metros de cachoeiras e corredeiras; a menos de 500 metros de desembocaduras de rios, lagoas e reservatórios e a menos de 1000 metros de barragens de empreendimentos hidrelétricos. O Diário

Nenhum comentário: