sexta-feira, maio 05, 2017

Conselho Tutelar pede ajuda para encontrar bebê sequestrada pela mãe

Uma bebê de apenas quatro meses está em situação de risco, e o Conselho Tutelar de Maringá pede a ajuda da população para localizar a menina. A criança foi subtraída pela própria mãe, que de acordo com o conselheiro tutelar, Carlos Bomfim, seria usuária de drogas e de álcool. “Essa mãe já tinha registros de problemas. Em 2014, quando o outro filho tinha apenas 2 anos, ela tentou mata-lo esfaqueado”, relata. O pai da criança, que era o responsável por levar e buscar as crianças na creche, está desesperado. A menina foi levada há 10 dias, e desde então, ele só chora. “O pai registrou o caso nesta manhã. A menina foi levada da creche, a mãe chegou lá e levou ela embora. O outro filho também fica na mesma creche, mas não foi levado”, relata Bomfim. A princípio, a mãe levaria a criança para Minas Gerais, mas o conselheiro acredita que elas ainda podem estar na região de Maringá. “Quem vir esta criança, por favor entre em contato com o Conselho Tutelar”, pede. “Já acionamos o Ministério Público que está pedindo a busca e apreensão dessa criança”. O telefone do Conselho Tutelar em Maringá é o (44) 3901-1966. O Conselho Tutelar autorizou a divulgação da imagem da criança por ela estar em situação de risco e para ajudar nas buscas. Colaboração Índio Maringá/ Marcos Vinícius/Rede Massa

Nenhum comentário: