domingo, junho 11, 2017

Empregados são agredidos em assalto em Maringá

Agentes da Seção de Furtos e Roubos (SFR), da Polícia Civil de Maringá, estão em busca de pistas para tentar identificar e prender quatro homens que, ontem pela manhã, empregaram táticas de terrorismo para assaltaram uma distribuidora de pescados localizada no Parque Industrial 200, saída para Iguaraçu. Câmeras de segurança gravaram a ação criminosa e as imagens mostram que a quadrilha tinha conhecimento de todos os setores da empresa. A hipótese de os bandidos terem agido com base em informações privilegiadas não foi descartada. O assalto teve início às 10h57, depois de quatro homens usando roupas pretas, luvas e máscaras, todos armados, renderem um funcionário do setor de embarque, que foi usado como escudo para a invasão de outros departamentos. Surpreendidos, outros funcionários não esboçaram reação, mesmo assim foram agredidos com chutes, socos e coronhadas. O objetivo da quadrilha era chegar à tesouraria, de onde foi roubado uma soma considerável em dinheiro, além de cheques e boletos. Antes de fugir, os bandidos também roubaram celulares das vítimas. A ação durou cerca de 2 minutos e deixou os funcionários em pânico, alguns em estado de choque, em razão da violência empregada pelos criminosos. A polícia confirmou que a quadrilha fugiu em um veículo Voyage roubado, dia 3 passado, em Japurá (108 km de Maringá). Até o final da tarde, o veículo não havia sido encontrado. O Diário

Nenhum comentário: