sábado, junho 17, 2017

“Zebras” pedem passagem para pedestres e encantam a criançada

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) tem mais um novo personagem para sensibilizar os condutores para o respeito à faixa de pedestres. As "zebras" que fizeram sucesso nas campanhas educativas de trânsito em Bogotá (Colômbia) caíram na graça de motoristas e motociclistas e estão encantando principalmente as crianças em Maringá. A ação no município conta com atores vestidos de zebras que pedem passagem aos condutores para pedestres em avenidas de grande movimento. A iniciativa anteriormente realizada com palhaços e que nem sempre agradava todas crianças, está agora em fase de testes que avaliará a receptividade do público. Se depender de alguns pedestres que passavam pelo cruzamento das avenidas Brasil e Basílio Saltchuck nesta sexta, 16, as ações com as zebras devem continuar. A babá Carolina Mendes, 23 anos, que trabalha na região e passa diariamente pela faixa de pedestres da avenida Brasil, aprovou a iniciativa. "Os motoristas e motociclistas não nos respeitam. Ações como esta são importantes para conscientizar a população", afirmou. Com Carolina, estava sua sobrinha, Liane Mendes, 9 anos, uma das várias crianças que gostaram da ação e pediram para serem fotografadas com as zebras. A dona de casa Lucilene Martins, 51 anos, parabenizou a administração pela ação e falou sobre um acidente que se envolveu devido à imprudência e falta de respeito à faixa de pedestres por um motociclista. "Fui fazer um pagamento na Pernambucanas e ao passar pela faixa de pedestres na Brasil um motoqueiro veio em alta velocidade e quase me atropelou. Caí, fui levada ao hospital e depois de cinco meses ainda sinto fortes dores no joelho", lembrou. Uma das "zebras" era o ator Isaque Silva de Araújo, 20 anos, que comentou seu trabalho. "Apesar de existirem alguns motoristas que não gostam de parar, estão com pressa, estamos muito contentes com a boa receptividade, principalmente pelas crianças que nos abraçam, vêm tirar foto com a gente. Esta fantasia também chama mais atenção do que à de palhaço, além de ser muito mais fácil para vestir", disse. O Diário

Nenhum comentário: