quinta-feira, julho 06, 2017

Polícia evita entrada de maconha, celulares e cachaça na cadeia

A Polícia Civil evitou que 2 kg de maconha, 6 celulares e um vidro de cachaça entrasse dentro da cadeia pública de Campo Mourão. De acordo com o delegado-chefe da 16ª Subdivisão Policial, Nagib Nassif Pama, a droga foi repassada para um preso de 33 anos. Ele cumpre pena por homicídio e tinha autorização pelo juiz para ficar fora da cela realizando trabalhos na delegacia, para diminuição de pena. Um agente carcerário percebeu e interviu na situação, realizando a abordagem do preso. A Polícia Civil já sabe quem repassou a droga e a pessoa poderá ser presa a qualquer momento. O delegado alerta para que as pessoas não pratiquem este crime. “Até podem passar uma, duas ou mais vezes, mas a Polícia Civil irá pegar e as penas são altas”, afirma Nagib. Ainda será identificado para qual outro preso a droga iria e também irá responder por tráfico de drogas, agravando a pena.

Nenhum comentário: