COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

sábado, setembro 09, 2017

Adolescente desaparecido é encontrado morto em Campo Mourão

A Polícia Civil encontrou, na véspera do feriado, o corpo de um adolescente de 17 anos, que havia desaparecido no final de agosto, em Campo Mourão. O jovem estava enterrado em uma área de matagal, no Conjunto Fortunato Perdoncini, na mesma cidade e, segundo a polícia, o próprio autor do homicídio deu as informações para que o corpo fosse localizado. Um laudo do Instituto Médico-Legal ainda deve indicar a causa da morte. De acordo com o delegado Nagib Nassif Palma, a vítima havia desaparecido no último dia 31. Ele saiu de casa para ir a um show da dupla sertaneja Simone e Simaria, mas não chegou a entrar, pois tinha menos de 18 anos. Ao ver que não poderia participar do show, ele teria saído de carro com um amigo, que depôs à polícia. "Mas nós começamos a cismar com esse amigo. Verificamos a rota do sinal do celular [da vítima], que mostrava [o trajeto] até uma certa altura e depois sumia. Nesse local, mais afastado da cidade, era perto de onde esse 'amigo' morava, em uma casa alugada. A casa tinha todas as características de um ponto de venda de drogas, tinha papelote, faca para corte, vários objetos", explica Palma. O delegado disse, também, que testemunhas relataram que havia desavenças entre os dois rapazes, possivelmente relacionada às drogas. "Esse amigo e ele tinham algumas brigas, tinha conversas ameaçando um ao outro". Na versão contada pelo suspeito, que tem 19 anos, ele teria dado uma carona à vítima e deixado ela em uma esquina, de onde iria para casa. Após a escuta de várias pessoas, a Polícia Civil teve indícios concretos de que o rapaz estivesse morto. "O próprio autor conversou com outras pessoas, contou sobre o caso, e nós ouvimos essas pessoas, que confirmaram. Então fizermos um acordo com o advogado [do suspeito], para que pudéssemos encontrar o corpo. Estava em uma região no meio de um matagal, se não tivesse dito, talvez nunca encontraríamos. Então foi assim que chegamos ao corpo: o próprio autor, via advogado, deu a localização do corpo". Desde o desaparecimento da vítima, a Polícia Civil havia recebido diversas informações sobre a possível localização do rapaz. Segundo alguns, ele estaria vivo, e, segundo outros, havia sido morto. "Choveram denúncias. Fomos em uns quatro lugares diferentes, mas nenhum se confirmou", afirma o delegado. "Com o tempo passando, a gente já imaginava que ele estivesse morto. Tudo o que queríamos era devolver o corpo à família, para que pudessem fazer um enterro digno". Suspeitos Em uma análise preliminar, a causa da morte pode ter sido o estrangulamento pelo suspeito e um outro rapaz. A suspeita é de que tenha sido usada uma gravata ou outra arma de oportunidade, segundo Nagib Nassif Palma. "Mas ele também pode ter sido espancado, então só o laudo do IML vai dizer". O delegado afirma que o "amigo" da vítima deve ser preso em breve, pois ainda está fora da cidade, e que os investigadores estão reunindo provas para que um co-autor também seja detido. Ele já foi identificado. O Diário

Nenhum comentário: