COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

segunda-feira, outubro 02, 2017

Polícia apreende mais de 1 tonelada de maconha em sítio de Marilena

Após horas de buscas em um sítio, em Marilena, a Polícia Militar (PM) conseguiu encontrar mais de uma tonelada de drogas e armas. A moradora da única casa da propriedade foi levada à delegacia juntamente com o filho, de 9 anos, mas alegou desconhecimento sobre a existência dos entorpecentes. Os policiais chegaram até a droga após receberem uma denúncia anônima de que uma grande quantidade de drogas estava escondida naquele sítio. No local, encontraram a mulher de 33 anos e o filho dentro da casa e ela autorizou que os policiais fizessem buscas na área. No local, cheio de tanques de peixes e extensa área de pasto, a polícia encontrou uma lona no chão com telhas por cima e estranhou o fato de a terra sob ela ainda estar fofa. Eles, então, começaram a cavar, e encontraram um pacote com maconha. Continuando a escavação, encontraram outros pacotes no mesmo local. Equipes de outras cidades foram chamadas para ajudar nas buscas, que resultaram na apreensão de mais drogas sob outra lona próxima à primeira e drogas em dois veículos que estavam estacionados na propriedade. Além dos carros, a polícia encontrou uma embarcação de alumínio, onde estava escondido um simulacro de fuzil. As buscas, então, continuaram dentro da casa, onde a polícia disse ter encontrado uma espingarda de pressão, uma cartucheira, uma carabina e 500 munições calibre .22. A moradora da casa foi questionada sobre a origem das drogas e armas e disse desconhecer a existência delas na propriedade. Ela alegou que está em processo de divórcio e que fica mais na casa de parentes do que naquela casa. Mesmo assim, ela foi levada para a delegacia para prestar esclarecimentos. Ao todo, foram apreendidos 1,325 toneladas de maconha, um quilo de pasta base de cocaína, além as armas, munições e veículos. Uma equipe ficou de guarda na propriedade e outras buscas devem ser realizadas ainda hoje. O Diário

Nenhum comentário: