COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

quinta-feira, novembro 23, 2017

Homem comete crimes em série e dormiu ao lado do corpo da esposa por dois dias em Ortigueira

Homem que matou a mulher e uma prima em Ortigueira, fato que repercutiu na imprensa do Paraná. No dia 22 de novembro, o Portal Banda B, também destacou o caso, inclusive alguns detalhes que foram repassados pelo Delegado. A reportagem diz: Um homem de 36 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Ortigueira, no norte do Paraná, na tarde desta terça-feira (21) acusado de matar duas mulheres e estuprar uma criança de 11 anos. João Cláudio Bueno da Silva estrangulou a esposa no último sábado (18) durante uma discussão sobre o fim do relacionamento. Com raiva da suposta pivô do ciúmes da esposa, Silva foi até a casa dessa prima e a matou com golpes de marreta e facas. Na casa dela, ele estuprou a filha, de 11 anos, por duas vezes. O delegado de Ortigueira Rafael Bacelar disse à Banda B que o homem criou uma versão na cabeça dele e que a polícia agora tenta montar a real motivação. “Ele teria brigado com a esposa por causa de ciúmes dela com ele. Silva disse que foi a prima que causou todo essa crime, chegou a dizer que a esposa morreu por culpa da prima, já que ela estaria falando várias coisas para a mulher dele. Depois de matar a mulher estrangulada, ele foi até a casa dessa prima, desferiu golpes de marretas e chegou a dizer que ela não morria e, por isso, resolveu esfaqueá-la”, contou o delegado. Assim que matou a esposa, de 41 anos, estrangulada na casa da família, o suspeito foi até a casa dessa prima, de 42. “Ele matou essa prima e estuprou a filha filha. Quando o pai chegou do trabalho também foi ferido por marretadas. Ele teve traumatismo craniano, felizmente, esse homem sobreviveu, mas o objetivo era matá-lo mesmo. Depois, ele amarrou esse homem e voltou a estuprar a menina, na cozinha da casa. Ele tinha cocaína, usou a droga e queria que a garota usasse também, mas ela se recusou”, detalhou o delegado. A polícia foi acionada e iniciou as buscas pelo paradeiro do homem. “Até a descoberta do segundo crime, não tínhamos conhecimento que ele tinha matado a esposa. O cadáver dela estava ocultado há dois dias”, contou o delegado. Vizinhos desconfiaram da ausência da mulher na casa e somado a um cheiro ruim decidiram também acionar a polícia. “Eu fui até lá junto com o investigador de plantão. Quando entramos, encontramos a mulher morta embaixo da cama do casal, enrolada em um lençol. Estava em avançado estado de putrefação, tinham moscas no local. Ele dormiu com o cadáver ao lado, só resolveu enrolar o corpo no dia seguinte porque estava começando a cheirar. Ele disse para a polícia que era normal, que chegava em casa, comia, se drogava e dormia ao lado da esposa”, finalizou o delegado Bacelar à Banda B. A Polícia Civil afirmou que o suspeito era foragido, tinha saído para o regime semi-aberto em Ponta Grossa e não retornou mais. O suspeito está preso na Delegacia de Ortigueira. Berimbau

Nenhum comentário: