COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

quinta-feira, novembro 23, 2017

Mulher que esfaqueou suposto agressor em Maringá é condenada a quatro anos

Terminou na tarde desta quinta-feira (23), por volta das 14h30, o julgamento do desempregada Luci Gonçalves Mendes, de 27 anos, no Fórum de Maringá. Ela foi acusada de matar o comerciante Lourival Pires de Arruda, de 40 anos, no dia 19 janeiro de 2015. O crime aconteceu na Praça Raposo Tavares, no Centro de Maringá. Inicialmente, a ré respondia pelo crime de homicídio simples, mas o corpo de jurados entendeu que ela não tinha a intenção de matar. Desclassificando a conduta para lesão corporal seguida de morte. Quando se entende que não houve dolo, ou seja, não houve a intenção de matar. Nesse caso a competência de julgar sai do plenário do Tribunal do Júri e passa a ser do juiz, nesse caso o Dr. Claudio Camargo, o responsável por proferir a sentença. Segundo contou a acusada, ela foi agredida pelo comerciante. Ele a segurou pelo cabelo e, para se defender, ela desferiu um único golpe de canivete, que acertou o peito. Ele morreu no Hospital Universitário. Luci foi condenada a quatro anos de prisão, e pode responder em liberdade. Porém, o advogado de defesa, Everton Caldeira, achou a sentença injusta, e disse que vai recorrer da decisão. Caldeira vai pedir um outro julgamento e quer que Luci seja inocentada. Ele quer que seja reconhecida a legítima defesa, confirmando que ela não tinha a intenção de matar o comerciante. Com informações do Índio Maringá/Rede Massa

Nenhum comentário: