COMO OUVIR A RADIOWEB CARLÃO MARINGÁ

PARA OUVIR A RADIO CARLÃO MARINGÁ, BASTA CLICAR NO PLAY ABAIXO DA FOTO DO CARLÃO.

quarta-feira, novembro 08, 2017

Suspeitos de homicídios em Paiçandu são presos em Paranavaí

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quarta-feira (8), dois homens que estariam envolvidos com os recentes homicídios praticados em Paiçandu. Vinicius Aparecido Eugênio, conhecido como Indião, e Jean Carlos Fernandes, foram localizados em uma casa, em Paranavaí. A operação foi coordenada por policiais civis de Paiçandu e da 8ª Subdivisão Policial de Paranavaí. "Nós recebemos informações de que o Indião estaria se escondendo lá [em Paranavaí] e que ele estaria usando a identidade do irmão. Então, como ele não era conhecido por lá, se os policiais abordassem, ele se livraria facilmente. Mas nós recebemos essa informação e fomos até lá, com o apoio dos policiais de Paranavaí", conta o delegado de Paiçandu, Mateus Ganzer. Os dois estavam com outras duas pessoas em uma casa no Jardim Morumbi, em Paranavaí, mas inicialmente, elas só foram ouvidas e liberadas. "Estamos apurando, agora, se elas deram abrigo aos fugitivos", diz o delegado. Como já havia mandados de prisão preventiva contra Indião e Fernandes, os dois foram levados à delegacia de Paiçandu, onde serão ouvidos. Segundo a polícia, o curioso é de que eles foram à Paranavaí em busca apenas de Vinicius Eugênio, mas encontraram também Fernandes. "O fato é mais um indício de que eles eram parceiros, tanto que foram encontrados no mesmo local, possivelmente se escondendo por causa das investigações". Ganzer conta que Indião foi reconhecido por uma tentativa de homicídio, mas há a suspeita de que ele seja o autor de três homicídios. "Em alguns casos, o Jean estaria conduzindo a motocicleta usada para a fuga", detalha. O delegado conta, também, que, já havia mais de um pedido de prisão preventiva decretado contra Indião e que Fernandes estava preso por envolvimento em outra tentativa de homicídio até pouco tempo e que havia ganhado a liberdade. O juiz, no entanto, revogou o benefício e solicitou a prisão preventiva dele novamente, após indícios de que ele teria praticado crimes depois que foi solto. Após as oitivas, os dois suspeitos serão encaminhados à carceragem da 9ª Subdivisão Policial de Maringá. Homicídios Apesar do crescente número de homicídios em Paiçandu, a Polícia Civil afirma que tem pistas sobre possíveis autores em todos os casos. "Em alguns casos, é difícil, porque as partes não querem denunciar, elas querem se vingar. Aí a gente monitora, mas, até hoje, não teve nenhum homicídio em que não tivéssemos, ao menos, indícios da autoria". O Diário

Nenhum comentário: