quarta-feira, dezembro 13, 2017

Pai é acusado de violentar filha de 1 ano, que acabou morrendo

Um homem foi preso sob suspeita de abusar da filha de 1 ano e a criança acabou morrendo devido a um quadro de infecção. O caso foi comunicado à Polícia Civil de Umuarama por médicos do Hospital Cemil, que identificaram na menina sinais que podem ser de violência sexual. A criança morava com a família em Icaraíma. No final da manhã desta terça-feira (12) a mãe disse que procurou atendimento por suspeitar que a menina estava com pneumonia. Após ser ouvido por várias horas, o homem foi autuado por estupro seguido de morte e a mãe por coautoria e omissão. Depois de um interrogatório de várias horas, o casal foi liberado por falta de provas consistentes, conforme relatou o delegado chefe de Umuarama, Osnildo Carneiro Lemes. Em entrevista, a mulher informou que sabia do comportamento criminoso do marido diante da filha e que não o denunciou por medo, uma vez que vinha sofrendo agressões constantes e uma pressão da família para não pedir a separação. O homem negou as acusações e disse que um menino de 10 anos pode ser o responsável pelas fissuras que a menina apresentava no corpo. Houve um consenso entre policiais e jornalistas para que a informação não fosse divulgada enquanto os suspeitos estivessem sendo interrogados. A informação é de que a menina morreu em decorrência de aspirar o próprio vômito. Ela estava muito debilitada e desidratada e a avaliação preliminar do IML é de que, embora apresente sinais de violação sexual, o óbito não decorre diretamente do abuso. Fonte: O Bem Dito / Umuarama News

Nenhum comentário: