sábado, dezembro 30, 2017

PM mata suspeito em confronto, no Jardim Colina Verde

Pela segunda vez nesta semana, um confronto policial resulta na morte de um suspeito, em Maringá. Por volta das 2h deste sábado (30), Marlon Salgado de Souza, de 26 anos, foi morto pela equipe Choque do 4° Batalhão de Polícia Militar (PM) após atirar contra os policiais. Conforme a Polícia Militar, durante a madrugada, a equipe tentou abordar um VW Fox azul na região do Conjunto Requião, mas o motorista fugiu. Os policiais iniciaram a perseguição, que se estendeu até o final da Avenida Guaiapó, no Jardim Colina Verde, onde o suspeito desceu do veículo e entrou na mata para se esconder. De acordo com a PM, quando a equipe entrou no mato para procurar o suspeito ele atirou contra os policiais, que revidaram e atingiram Souza com três tiros no tórax. O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender o paciente, mas ele já estava em óbito quando a equipe chegou. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá. No local, a equipe apreendeu uma pistola calibre 380 e, depois, foi para a casa do suspeito, para realizar buscas. Lá, fez a apreensão de uma submetralhadora calibre 9 mm e um adaptador de pistola para submetralhadora, 49 munições calibre 380 e 49 calibre .40, além de um tablete de cocaína e dezenas de buchas, totalizando 1,1 kg do entorpecente, 2 kg de crack em tablete e em várias porções separadas para venda, 410 g de maconha, três balanças de precisão, e R$ 8.996 em notas variadas. Outro "confronto" No Natal (25), um homem de 43 anos foi baleado pela PM após apontar um simulacro para os policiais, no Conjunto Ney Braga. De acordo com a PM, a equipe atirou para se defender e só descobriu que a arma era falsa no final da ocorrência. Não se descarta que a vítima tenha problemas mentais. Reveja o caso aqui. *Colaboração: Rogério Morais/ Olho na Notícia

Nenhum comentário: