sexta-feira, dezembro 29, 2017

Polícia ambiental apreende 18 pássaros em casa no Jd. Guairacá

Uma denúncia anônima levou a Polícia Ambiental até uma casa no Jardim Guairacá, em Maringá, onde 18 pássaros silvestres eram mantidos em cativeiro sem a documentação legal. Todas as aves foram recolhidas e os moradores foram levados à sede da Polícia Ambiental, na quarta-feira (27). Na casa, os agentes encontraram 15 gaiolas, com pássaros de várias espécies, como trinca-ferro, coleirinha, papa-capim, curió e cardeal. Parte das aves estava com anilha, então foram devolvidas ao morador, que ficou como fiel depositário dos pássaros até que o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) volte do recesso. Os que estavam sem anilha foram avaliados pelo veterinário e soltos na natureza. Já o casal – um homem de 44 anos e uma mulher de 43 – foram para a sede da Polícia Ambiental, onde foi lavrado o termo circunstanciado pelo crime de manter pássaros silvestres em cativeiro. A lei prevê que possa ser determinada detenção de seis meses a um ano e multa. No entanto, em casos de espécies que não estão ameaçadas de extinção, a pena pode não ser aplicada pelo juiz. O Diário

Nenhum comentário: