quarta-feira, dezembro 20, 2017

Polícia Civil lacra dois desmanches e prende empresário por receptação qualificada

A Polícia Civil (PC) de Maringá, com apoio da Seção de Furtos e Roubos de Veículos (SFRV) de Curitiba, desencadeou uma operação nesta segunda-feira (18) tendo como alvo seis lojas revendedoras de peças automotivas usadas, popularmente conhecidas como desmanches, instaladas em Maringá, distrito de Iguatemi e Asrtorga. A ação resultou em duas empresas lacradas, uma em Maringá e outra no distrito de Iguatemi. Na Onix Autopeças, situada na Vila Morangueira, a PC apreendeu um motor da General Motors com numeração suprimida (lixada), oito módulos de veículos e a lataria completa de uma Chevrolet Captiva desmontada, junto com painel contendo airbag. O dono da empresa, Edenilson Ferreira Palma, 44 anos, conhecido como Cabelo, foi preso e autuado em flagrante por receptação qualificada. De acordo com o delegado adjunto da PC, Leandro Roque Munin, que comandou a operação, o empresário não soube informar onde comprou o motor, a Captiva e os módulos. Ele também não apresentou nota fiscal das mercadorias. Ainda segundo o delegado, a operação vinha sendo realizada semanalmente em empresas do ramo. Na ação, a PC também verifica se o local possui alvará de funcionamento e, em parceria com a Receita Estadual, faz a checagem de notas fiscais de entrada e saída de mercadorias, verificando o estoque das empresas. Em Iguatemi, o desmanche foi lacrado por falta de documentação. Munin destacou a importância da operação com o apoio da Seção de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba, que passou novas técnicas para identificação de peças encontradas em desmanches. O Diário

Nenhum comentário: