sexta-feira, janeiro 19, 2018

Cadela alerta morador sobre presença de escorpião em casa

Depois da chuva de terça-feira (16), em Floresta, Rodrigo Hebling encontrou um escorpião preto na garagem de casa. O morador do Conjunto Araucárias foi alertado pelo latido da cadela – a primeira a localizar o animal peçonhento - e, segundo ele, em todo verão os escorpiões aparecem na região. Hebling optou por matar o animal. "Joguei o chinelo em cima, mas só pressionando com o cabo de vassoura para matar, mesmo", conta. Caso alguém tivesse sido picado, a orientação geral é de tentar capturar o animal e levar ao hospital, sempre tomando cuidado para evitar o contato direto – e a picada. Como é pai de uma criança de três meses, o morador se preocupa ainda mais com a presença desses animais peçonhentos. "É bom alertar para os cuidados", diz. E Hebling tem razão: embora o escorpião preto não seja o mais perigoso (o amarelo é), as picadas desses animais peçonhentos também podem levar ao aparecimento de vários sintomas, como náuseas, vômitos e aumento da pressão arterial, além de complicações à saúde. A secretária de Saúde de Floresta, Silvanir Pereira Higino Sandrigo, explica que as equipes trabalham com a orientação preventiva, distribuindo panfletos e que investigam as denúncias que chegam até o departamento de vigilância. A secretário disse também que uma equipe será enviada para o Conjunto Araucárias, para fazer uma busca por escorpiões. Cuidados Silvanir também diz que, embora seja responsabilidade do município atuar no combate aos escorpiões, a ajuda da população é fundamental. "Principalmente com essa chuvarada, é importante que as pessoas cuidem dos quintais e terrenos, para evitar acúmulo de lixo, de entulho, que servem de esconderijo para esses animais e também como meio para proliferação do mosquito da dengue", recomenda. Em Floresta, quem verificar a presença de escorpiões pode ligar para o departamento das vigilâncias municipais, no telefone 3236-1233, ou diretamente nas Unidades Básicas de Saúde, pelos números 3236-1803 ou 3236-1491. O Diário

Nenhum comentário: