quarta-feira, fevereiro 28, 2018

Animais abandonados na UEM não serão mais sacrificados

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) atendeu a recomendação do Ministério Público do Paraná (MP-PR) para que os animais abandonados no hospital veterinário da instituição não sejam mais sacrificados. Antes da intervenção, os bichos que fossem deixados no local por mais de 15 dias passavam por uma eutanásia. De acordo com o MP-PR, a prática da eutanásia era acordada por meio de uma declaração, assinada pelos donos dos animais quando eles eram internados. A partir desta quarta-feira (28), a UEM comunicou oficialmente que atendeu a orientação do MP-PR. Agora, ao invés de serem sacrificados após 15 dias, os bichos são considerados abandonados e serão encaminhados para a adoção. Na recomendação, a Promotoria de Justiça também orienta que a eutanásia só seja adotada em casos excepcionais. Colaboração MP-PR

Nenhum comentário: