sexta-feira, fevereiro 23, 2018

Autoridades policiais e de trânsito fiscalizam empresas de mototáxi

Uma ação conjunta entre a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Fiscalização Integrada, Guarda Municipal e Polícia Civil, aconteceu na tarde desta quinta-feira (22) em várias empresas de mototáxi de Maringá. O objetivo é fiscalizar os prestadores não habilitados para o serviço e que estejam com o veículo irregular. A Polícia Civil de Maringá bem como a PM e Guarda Municipal recebem semanalmente várias denúncias de alguns mototaxistas clandestinos que trabalham para traficantes fazendo o famoso "corre" levando entorpecentes para usuários. Na Avenida Sophia Rasgulaeff, uma empresa que foi alvo da fiscalização não possue alvará. O proprietário foi notificado para regularizar nos próximos dias sua situação perante a prefeitura. O dono ainda se comprometeu a repassar a Secretaria de Mobilidade Urbana a relação de todos os funcionários que prestam serviços na empresa. O agente de trânsito, Ananias Gonçalves de Sá, que coordenou a operação, disse que o mototáxi deve ficar atento com a motocicleta regularizada para o serviço com placa vermelha, faixa quadriculada preta e amarela no paralama e na carenagem, selo de vistoria (brasão do município) e o condutor deve usar colete refletivo com a inscrição de mototáxi. O mototaxista e o motofretista devem ter curso específico para a atividade e habilitação com registro do EAR (Exerce Atividade Remunerada). O agente da Semob afirmou que outras empresas serão visitas nos próximos dias. "A nossa intenção é que todas as empresas sérias se comprometam em regularizar toda documentação e de funcionários, e se tiver empresas clandestinas agindo na cidade serão penalizadas com multas", afirmou Ananias. Atualmente estão cadastrados no município 93 mototáxis e 23 motofretes. Os interessados em regularizar o cadastro devem se dirigir à Semob (Avenida Colombo, 3114, Zona 7) de segunda a sexta, das 8 às 17 horas. Informações sobre documentos para abertura de processo pelos fones 3221-8510 e 3221-8511 (Semob). André Almenara

Nenhum comentário: