segunda-feira, março 05, 2018

Cantor que já matou ladrão em Maringá agora é preso com fuzil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu um fuzil calibre 556 e 4.250 munições no final da manhã deste sábado (3) em Guaíra. O arsenal estava escondido em um compartimento oculto, sob o assoalho de um automóvel Mercedes Classe A. Os policiais rodoviários federais que estavam em ronda pela região abordaram o motorista na BR-272, por volta de 11h30. Thiago Dias, de 30 anos, que mora em Maringá, e é conhecido por cantar música sertaneja, demonstrou nervosismo, o que motivou uma fiscalização minuciosa da equipe da PRF. Equipado com dois carregadores, o fuzil apreendido é da marca Colt, de fabricação norte-americana. Do total de 4.250 munições, 2.340 são de calibre .40; 1.240, para fuzil calibre 556; e as outras 670, para fuzil calibre 762. Todos os três calibres são de uso restrito das forças de segurança pública. O homem não revelou aos agentes da PRF qual seria o destino da arma e dos projéteis. Alegou apenas que teria comprado o veículo em Terra Roxa (PR) e que o levaria até Maringá (PR), sem saber da carga ilícita, versão que não convenceu os policiais. A PRF encaminhou o preso, o carro e o material apreendido para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra. Thiago Dias e mais um colega foram vítimas de um assalto em novembro de 2013 em Maringá. Na época, os rapazes saíram de uma casa noturna e foram abordados por dois homens armados. As vítimas foram obriagdas a deslocarem com uma camionete Dodge Ram para uma estrada rural, próximo do Distrito de Água Boa, em uma plantação de soja. O músico e o empresário que o acompanhava ficaram por aproximadamente 3 horas ajoelhados, algemados e com os pés amarrados, sempre na mira de um revólver sofrendo ameaças dos assaltantes que queriam mais dinheiro. Em certo momento, um dos bandidos se afastou do local, com dificuldades para pilotar a camionete, foi chamar algum comparsa, enquanto isso em uma distração do assaltante de 17 anos que deixou o revólver no chão, o cantor Thiago conseguiu apanhar a arma e disparar por seis vezes matando o suspeito na hora. O adolescente morto já era conhecido da polícia. Ele tinha uma deficiência em um dos pés. De acordo com informações da PRF, Thiago Dias saiu da cadeia a poucos meses depois de ter sido detido com drogas. O advogado de defesa de Thiago, Armando Storto Netto, entrou em contato comigo por telefone pedindo para retirar a foto de seu cliente do site. O pedido foi aceito. A matéria continuará no ar. Colaboração: Site Manchete e PRF

Nenhum comentário: