quarta-feira, março 07, 2018

Curso da UEM sobre o "Golpe de 2016" tem Ação Civil Pública

Considerado campanha petista fora de época, em ano eleitoral, o curso sobre o "Golpe de 2016" que se relaciona ao processo de impeachmente da ex-presidente Dilma Rousseff, agendado para ser realizado dentro da UEM -Universidade Estadual de Maringá tem uma Ação Civil Pública contestando e pedindo seu cancelamento via judicial. Essa ação é movida pela AEDEC - Associação de Estudos e Defesa do Contribuinte e Consumidor contra a UEM -Universidade Estadual de Maringá e contra o professor-doutor Marcos Danhoni Neves, tido como ativista do Partido dos Trabalhaores (PT). Estranhamente, um curso de caráter político e social se dá dentro do Centro de Ciências Exatas, por um professor do Departamento de Física e no conteúdo programático cita o Poder Judiciário como "golpista", insulta o juiz Sérgio Moro e coloca processos judiciários, como o Mensalão como "farsa"entre outros. Esse processo é Uma Ação Civil Pública Declaratória de Nulidade e Inconstitucionalidade de atos cumulada com proibição e repetição de indébito, também cumulada com indenização por danos materiais e morais à coletividade.

Nenhum comentário: