sexta-feira, março 02, 2018

Homem é preso suspeito de estuprar esposa grávida e tentar aborto

A Polícia Civil investiga um homem de 32 anos suspeito de estuprar a esposa gestante e tentar provocar o aborto, em Apucarana. A vítima está grávida de quatro meses. De acordo com a delegada Luana Lopes, responsável pelo caso, a vítima já havia procurado a Delegacia da Mulher para denunciar o marido. O casal está junto há pouco mais de 1 anos. “Ele praticou todos os tipos de violência previstos na lei Maria da Penha. Desde patrimonial, psicológica e sexual”, disse a delegada. Conforme Luana, vítima relatou que foi obrigada a introduzir objetos nas partes íntimas, enquanto era filmada pelo companheiro, além de ser submetida a práticas sexuais sem consentimento. “É preciso deixar bem claro que, não é porque a pessoa tem relacionamento amoroso ou é casada que é obrigada a praticar qualquer ato sexual. O sexo tem que ser consentido por ambas as partes”, assinala a delegada. O delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), José Aparecido Jacovós, disse que o homem já havia sido autuado em flagrante por violência doméstica em outra situação. Ele pagou fiança de R$ 3 mil e foi liberado. “Quando a vítima disse que estava grávida ele a obrigou a tomar uma substância para provocar um aborto. Somando todos os relatos da vítima, a delegada pediu a prisão preventiva, por considerar que o elemento é perigoso e talvez chegaria até a praticando um homicídio contra a vítima”, destacou durante coletiva de imprensa. O suspeito, que é evangélico, disse que trabalha em uma empresa de sistema de alarmes. Ele nega as acusações. Fonte: TN Online

Nenhum comentário: