quarta-feira, abril 18, 2018

Mortes de empresário e Miss Altônia podem ter sido vingança por outro homicídio

A principal linha de investigação da morte empresário Valdir Brito Feitosa e da estudante e miss Bruno Zucco é o confronto que existe em Altônia entre contrabandistas de cigarro e traficantes de droga. As mortes dos dois podem ter sido em vingança a outro homicídio ocorrido horas antes em Altônia. Na noite anterior à morte do empresário e da Miss Altônia, o jovem Tiago Petinati foi executado com 13 tiros de pistola em frente a uma auto técnica, na Rua Duque de Caxias. Segundo o delegado chefe da 7ª Subdivisão Policial, Osnildo Carneiro Lemes, Tiago teria envolvimento com tráfico de drogas e o empresário Valdir, que era dono de uma lanchonete, mas tinha envolvimento com o contrabando de cigarros, estaria envolvido com a sua morte. A polícia trabalha com a possibilidade que quem estava ao lado de Tiago, possa ter mandado matar o empresário Valdir, em uma possível vingança ou retaliação pela morte do jovem. Por esta linha de investigação, a Miss Altônia morreu porque teria pegado uma carona com Valdir Brito Feitosa, no momento errado, ou seja, no momento em que teria marcado a sua execução, e ela teria sido assassinada como queima de arquivo. A polícia tem um suspeito do crime e também do mandante. O suspeito chegou a ser ouvido na Delegacia de teve o seu celular apreendido. O aparelho está passando por uma perícia em Curitiba, visando recuperar dados e mensagens de aplicativos, que possam ter sido apagados. Fonte: GoioNews

Nenhum comentário: