quarta-feira, abril 25, 2018

Pacientes do Hospital Psiquiátrico fazem dois funcionários de reféns

A Polícia Militar de Maringá e Guarda Municipal foram acionadas na noite de segunda-feira (23) para entrar no Hospital Psiquiátrico pois dois funcionários estavam em poder de seis internos. Policiais da Choque tiveram autorização para negociar a libertação de um enfermeiro e um vigilante. A polícia constatou que os pacientes não estavam armados com nenhum tipo de material que pudesse causar ferimentos nos reféns. O oficial do 4º Batalhão, tenente Israel, usou de sua experiência policial e com calma conseguiu por fim no princípio de rebelião. O enfermeiro e o vigia foram soltos e sem nenhum ferimento. De acordo com a PM, os internos se rebelararam por causa do uso de cigarros. Ainda de acordo com a direção do Hospital Psiquiátrico, nenhum paciente ficou ferido. André Almenara

Nenhum comentário: