quarta-feira, abril 25, 2018

Polícia Ambiental apreende várias aves da fauna silvestre em Tapejara

Nesta terça-feira (24), policiais ambientais de Cianorte deslocaram até a Cidade de Tapejara com o intuito de atender uma denúncia anônima via “disque denúncia 181” que em uma residência havia um pássaro silvestre em cativeiro. Chegando no local foi constatado a denúncia, sendo encontrado uma ave em cativeiro (coleirinha papa-capim). Indagado ao morador se possuía licença, permissão ou autorização do órgão ambiental, ele respondeu que não. Diante do crime ambiental constatado o pássaro e a gaiola foi apreendido e encaminhado juntamente com o infrator onde foi lavrado termo circunstanciado de infração penal em desfavor do denunciado. Mais denúncias Enquanto a equipe confeccionava o termo circunstanciado no destacamento da Polícia Militar de Tapejara, a população ao tomar conhecimento da presença da equipe da Polícia Ambiental, começaram a denunciar mais pessoas que mantinham pássaros em cativeiro, sendo encaminhado mais três pessoas pela mesma prática de infração. Encaminhamento de 04 pessoas adultas para lavratura de termo circunstanciado; ✅Encaminhamento de ofício ao Instituto ambiental do Paraná, solicitando providências do âmbito administrativo (imposição de multa) Apreensão de 11 (onze) gaiolas; Apreensão de onze aves da fauna silvestre brasileira, sendo; 03 (três)papagaios verdadeiros; 01 (um) trinca-ferro, 01 (uma) Maritaca, 04 (quatro) canários terra; 02 (duas) Coleiras Papa-Capim. Os autuados responderão criminalmente por (manter aves da fauna Silvestre em cativeiro), cuja pena é de seis meses à um ano de detenção, além da imposição de multa pelo Instituto ambiental do Paraná, cujo valor é de R$ 500,00 por indivíduos. Divulgação/Noti.cia.com

Nenhum comentário: