domingo, maio 06, 2018

Acidente em Candói: parentes reconhecem as vítimas no IML

Parentes das vítimas do gravíssimo acidente, que deixou nove mortos, na madrugada deste sábado (5), na BR-373, em Candói, foram até o Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava, para onde os corpos foram encaminhados. Uma sobrevivente da tragédia, foi liberar o corpo da mãe, que estava junto com ela no ônibus. Dirlei Alves da Silva, marido de uma das vítimas contou que a mulher, Ademira Rodrigues, de 39 anos, foi até Curitiba para fazer uma biópsia. Ele disse que há nove anos a esposa fazia essa viagem. Eles têm dois filhos, um de 18 anos e outro de apenas três anos. Uma das sobreviventes, que acompanhava a mãe na viagem, disse que acordou quando o ônibus estava tombando e tentou segurar a mãe, mas não conseguiu. A moça, de 24 anos, saiu sozinha do coletivo e foi procurar a mãe, que estava embaixo do ônibus, já sem vida. Seu José Quirino, pai do passageiro do Santana, disse que o filho, Adilson Oliveira Quirino, de 21 anos, tinha saído com um amigo para ir até uma praça, mas revolveram ir até Candói, quando aconteceu o acidente fatal. O acidente Uma ultrapassagem causou o grave acidente entre dois carros e um ônibus durante a madrugada na BR-373, em Candói. Segundo a PRF, o motorista de um Santana bateu de frente com o ônibus, que tombou e ficou atravessado na pista. O terceiro veículo que se envolveu na batida, um Chevette, foi encontrado abandonado no meio de uma plantação. O ônibus, fretado pelo consórcio de saúde que atende os municípios da região, levava 40 passageiros que tinham ido até Curitiba para consultas médicas. Havia pacientes e acompanhantes no coletivo. Sete pessoas morreram. Os passageiros do ônibus que ficaram feridos foram levados ao Hospital Santa Clara, de Candói, e alguns tiveram que ser transferidos para hospitais das cidades de Guarapuava e também de Coronel Vivida. Os outros dois homens que morreram no acidente estavam no Santana. O passageiro morreu no local. Já o motorista morreu durante o transporte de um hospital de Candói para Guarapuava. Os automóveis envolvidos no acidente foram removidos para o pátio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Guarapuava. Massa News

Nenhum comentário: