quinta-feira, maio 10, 2018

Justiça determina transferência de presos de delegacia superlotada

A Justiça determinou a imediata transferência de 14 presos da 27ª Delegacia Regional de Polícia, em Paranacity, após um pedido do Ministério Público do Paraná (MPPR). A carceragem, com capacidade para 24 presos, abriga 55, incluindo quatro mulheres em local improvisado. Além disso, há entre eles presos de alta periculosidade. Na ação, o Ministério Público relata a situação caótica da delegacia, que atualmente não tem nenhum servidor responsável pela carceragem, pois um teve sua prisão decretada e está foragido, enquanto outro foi afastado em virtude de problemas psiquiátricos. Todas as atividades têm sido executadas por policiais civis, o que prejudica a atuação da polícia nos cinco municípios de competência da Delegacia Regional. Por conta da superlotação, o MPPR alerta para o risco de motim e fugas. Já houve inclusive tentativa de homicídio de um preso contra um colega de cela. Além de determinar a transferência de 14 presos no prazo de dez dias, a decisão ordena que sejam designados, em até 30 dias, dois agentes de carceragem para trabalhar na delegacia de Paranacity. Caso as ordens sejam descumpridas, a governadora do Estado e o secretário estadual de Segurança Pública estarão sujeitos ao pagamento de multa diária de mil reais para cada uma das determinações não acatadas. Com informações do MPPR

Nenhum comentário: