quarta-feira, maio 09, 2018

Mega operação policial em Londrina resulta na prisão de uma das maiores lideranças criminosa

A Polícia Civil do Estado do Paraná, por meio da Delegacia de Homicídios de Londrina, da 10ª Subdivisão Policial de Londrina, deflagrou na manhã desta quarta-feira (09), a OPERAÇÃO ANGELUS. A operação tinha como meta o cumprimento de 44 mandados de busca e apreensão, 08 de prisão temporária e a prisão de outros dois foragidos da Justiça. Trata-se de operação deflagrada em razão dos desdobramentos das investigações realizadas no âmbito do inquérito policial que apura o assassinato do Guarda Municipal LEONARDO LOPES CAMARGO GUALBERTO, de 31 anos de idade. O crime ocorreu na noite do dia 28/02/2018, no interior do Supermercado Tonhão, localizado na Av. Jules Verne, zona oeste de Londrina/PR. A vítima sofreu vários disparos de arma de fogo realizados por dois indivíduos armados de pistolas calibre 9mm, falecendo no local. As investigações realizadas pela Delegacia de Homicídios de Londrina apontaram a suspeita de que vários indivíduos supostamente integrantes de organização criminosa participaram do planejamento e execução do crime em questão, o que motivou a realização de busca e apreensão em diversos alvos, todos ligados ao grupo criminoso investigado. Na deflagração da OPERAÇÃO ANGELUS participaram em torno de 08 Delegados, 07 Escrivães e 150 Investigadores de Polícia. O nome da operação remete à palavra anjo, em latim. Como anjo da guarda, a Polícia Civil tem atuado na proteção da vida na cidade de Londrina, onde a Delegacia de Homicídios, com apoio de outras unidades e instituições, vem trabalhando para prevenir e antecipar-se à prática de crimes de homicídio na cidade. Além disso, o nome ANGELUS é uma homenagem à vítima, guarda municipal, bem como a todos os agentes de segurança pública que se arriscam diariamente para proteger a população. Para o delegado Osmir Ferreira, delegado chefe de Londrina, foi fundamental na operação as equipes de Londrina, Paranavaí, Maringá, Apucarana, Arapongas, Cornélio, Jacarezinho, TIGRE, COPE, Denarc Mga e Londrina e FERA. Apoio aéreo GOA/PC. Investigação conduzida pelo Dr. Ricardo Jorge e que resultou na prisão de uma das maiores lideranças criminosa de Londrina. Oseias Miranda

Nenhum comentário: