quinta-feira, maio 24, 2018

Paralisação de caminhoneiros afeta setores da economia

O bloqueio dos caminhoneiros completa, nesta quarta-feira (23), o terceiro dia. Em Maringá, vários setores da economia sentem os reflexos da paralisação. De acordo com o gerente administrativo, Evandro Lazarin, em sua empresa o número de entregas não feitas já passa de R$2 milhões. “Se não chegar matéria prima até segunda-feira, a indústria para”, relatou. Além da indústria, o ramo do gás também sofre com os efeitos da paralização. Segundo o sindicato responsável pelo setor, a situação deve piorar se os bloqueios continuarem. Colaboração Erikson Resende (Rede Massa)

Nenhum comentário: