segunda-feira, maio 07, 2018

PM apreende celulares deixado para preso no banheiro da UPA em Maringá

Os aparelhos celulares foram localizados na tarde desta segunda-feira (07), depois que policiais militares que faziam a escolta de um detento da Penitenciária Estadual de Maringá desconfiaram da insistência do escoltado em ir ao banheiro. Um agente penitenciário que acompanhava o preso também percebeu que durante o atendimento na UPA zona Sul em Maringá um rapaz se aproximou e puxou conversa com o detido e logo depois o preso ficou com vontade de ir ao banheiro. Os 4 aparelhos celulares estavam debaixo do cesto de lixo. O rapaz que conversou com o preso foi detido e também encaminhado para a delegacia. No plantão da 9ª SDP os policiais descobriam que Guilherme Henrique de 26 anos, (flagrado falando com o preso), já esteve preso na PEM e tinha um mandado de prisão em aberto por estupro. Ele negou qualquer participação na entrega dos celulares e tudo não passou de uma simples coincidência. O detento de 25 anos que está cumprindo pena por assalto afirmou que o Guilherme não tinha nada a ver com os celulares, e se negou a revelar como e nem quem levou os aparelhos no local. O detento falou ao comunicador Oséias Miranda que não poderia revelar nada. Quando foi indagado para quem seriam os aparelhos o preso afirmou que seria para ele mesmo e que utilizaria para namorar e fazer coisas do tipo. Informalmente o detento disse que simulou um mal súbito como pretexto para pegar os aparelhos. Oseias Miranda

Nenhum comentário: