segunda-feira, maio 07, 2018

Rapaz que pilotava moto onde o comparsa foi morto é colocado em liberdade

Maicon Willian Máximo da Silva, de 25 anos, que foi preso na madrugada do último domingo 6, foi colocado em liberdade depois de ter sido ouvido na audiência de custódia no Fórum de Maringá. O suspeito que pilotava uma moto Honda Titan sem placa participou de uma tentativa de roubo na Avenida Morangueira. O garupa identificado pelo nome de Renato Dias de Paula, de 27 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça. Maicon foi detido minutos depois com dois simulacros de arma de fogo. Ele confessou aos policiais no momento de sua prisão que Renato tinha a pretensão de roubar um automóvel. Mesmo confessando para a autoridade policial, o suspeito foi solto na manhã desta segunda-feira 7. A imagem de uma câmera deixa claro que a dupla de assaltantes parou do lado do motorista que descia a avenida. O condutor do veículo de cor branca percebeu a ação e efetuou disparos de arma de fogo contra Renato Dias que tombou morto. O delegado Diego Almeida, disse que a vítima agiu em legítima defesa, mesmo assim trata de um crime contra a vida. O delegado não descarta a hipótese do atirador ser um policial. Ainda de acordo com Maicon Willian Máximo, o motorista era um japonês e o carro seria um VW Gol. Nenhum suspeito ainda foi preso pela polícia. André Almenara

Nenhum comentário: