sexta-feira, junho 01, 2018

Autor de homicídio do Parque Hortência se apresenta na delegacia

André de Oliveira Carvalho Arruda, de 31 anos, compareceu com seu advogado na Delegacia de Homicídios de Maringá para prestar depoimento sobre um crime de homicídio no qual está sendo investigado. O suspeito foi ouvido por um escrivão e confessou ter matado a tiros Claudemir Carlos Almeida Palacios, de 29 anos. O crime ocorreu no último dia 26 na Rua Professor Antônio Primo Milani, no Parque Hortência, em Maringá. A vítima estava na companhia de sua mãe quando o autor do assassinato entrou na casa para matar Claudemir que não teve chance de defesa. A vítima foi atingida por um único tiro no peito. Em seu depoimento, André de Oliveira disse que foi até a casa de Claudemir para buscar a chave de uma obra na qual eles trabalhavam juntos e para acertar uma pendência já que a vítima tinha sido mandada embora do serviço. O autor do crime relatou que atirou em Claudemir porque a vítima teria pego um facão que estava em cima de uma máquina de lavar. "Eu efetuei tiro para me defender", disse André. O autor do crime levou ainda uma pistola calibre 6.35 que foi usada na morte da vítima. O investigador David da Delegacia de Homicídios já tinha apreendido o facão na casa de Claudemir. Como não havia mandado de prisão contra André, o suspeito foi interrogado e liberado. Provavelmente o delegado Diego Almeida pedirá a justiça a prisão para André de Oliveira. André Almenara

Nenhum comentário: