segunda-feira, junho 11, 2018

Confronto com a Polícia Militar terminou em morte

Um homem, que foi acusado de matar o próprio irmão, há alguns anos, morreu ao confrontar com a Polícia Militar em Rosário do Ivaí, na localidade rural conhecida como Balsa ou Estrada da Canoa, fato ocorrido por volta das 12 horas, de domingo, dia 10 de junho, de 2018. A vítima é Antônio Oliveira dos Santos, conhecido "Antônio da Floricena" ou "Chapinha", que já foi notícia aqui no Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, acusado de homicídio. No caso em questão, um cidadão ligou para a polícia relatando que o vizinho havia arrancado palanques de uma cerca que ele havia construído já há muito tempo. Com a chegada da PM, foi constatado o dano. Diante da representação, os Policiais foram até a casa do acusado, onde o encontraram com a porta fechada. Ao dar ordem para que saísse, ele arrancou a porta e partiu para cima dos soldados com uma foice. Em seu boletim, o Destacamento local detalhou como o fato ocorreu: "Foi solicitado que ele soltasse a foice, porem não acatou e ordenou para equipe que soltasse a arma e colocasse o fuzil no chão. Novamente foi verbalizado, porem ele foi para cima dos PMs de plantão que seguiam afastando-se e dizendo para o agricultor jogar a foice no chão, ordens estas dadas por várias vezes e não acatadas. Ele continuou investindo contra os Policiais e dando golpes com a foice, com intuito de atingir. Foram disparados tiros de advertência, até que um dos soldados foi foi encurralado a beira de um barranco, sem ter para onde sair, diante disso, o segundo militar, efetuou um disparo, para neutralizar a injusta agressão, vindo a alvejar o agressor que não resistiu e faleceu", informou o boletim da Polícia Militar. O Delegado Dr. Ricardo Mendes, e o investigador Davi, da Polícia Civil, de Grandes Rios, foram ao local. Também foi acionado o IML - Instituto Médico Legal, e todas as providências foram tomadas para investigar o caso e apurar mais detalhes.
JULGAMENTO - Há quatro anos Antonio Oliveira do Santos, filho de José Modesto de Oliveira dos Santos, e de Floricena de Oliveira dos Santos, foi a julgamento na Comarca de Grandes Rios. Na época, nossa reportagem, Blog do Berimbau, acompanhou o júri, que tinha como advogado de defesa, o Dr. Edineudes Batista, de Rosário do Ivaí, o qual conseguiu a absolvição de Antônio, alegando falta de provas. Consta nos autos, que o acusado morava na mesma propriedade rural em que residia a vítima, a qual foi assassinada e arrastada até um local, com o intuito de ocultar o cadáver. Como Antônio tinha desavenças com o irmão, ficou preso até a data do seu julgamento como principal suspeito do crime. Após absolvido, foi colocado em liberdade e assim estava até morrer em confronto com a PM, neste dia 10 de junho, de 2018.

Nenhum comentário: