sexta-feira, junho 08, 2018

Mulher que matou e concretou a irmã é condenada a 22 anos de prisão

Em julgamento realizado nesta quinta-feira (7), Janete Boeni, de 47 anos, foi condenada a 22 anos e quatro meses de prisão por matar a facadas e concretar o corpo da própria irmã, Ladis Boeni, de 52 anos, em dezembro de 2016, em Santa Helena. Na época do crime, Janete falou aos familiares que a vítima teria viajado para Cuba, com o namorado. Ela ainda furtou o carro da irmã e foi para Penha, em Santa Catarina, onde foi presa após o corpo de Ladis ser encontrado, uma semana depois pelo filho de Janete. A acusada está presa há 18 meses e deve cumprir, pelo menos, 1/6 da pena em regime fechado, ou seja, pode sair em cerca de 2 anos da prisão. Ao todo, Janete foi condenada a 15 anos e 10 meses pelo homicídio e o restante da pena pelos agravantes impostos pelo Tribunal. A defesa da acusada já confirmou que vai recorrer da decisão. Com informações de Cristiane Guimarães/Rede Massa

Nenhum comentário: